Compras desenfreadas no canal online. Muitas marcas de moda, incluindo Inditex, Mango e El Corte Inglês, lançaram promoções muito agressivas no seu canal digital para dar saída ao seu stock da campanha de primavera e verão, que não foi possível ser vendido nas lojas. Estimam-se perdas de 7.000 milhões de euros em receitas causadas pela pandemia.

A crise do COVID19 foi especialmente difícil para o setor têxtil, o que obrigou as grandes cadeias do setor a “lançar as armas” e a antecipar as vendas, com descontos online até 50%.

O fecho das lojas causou um colapso histórico nas vendas de 39% em relação ao ano passado, segundo o Boston Consulting Group (BCG). Um impacto que seria equivalente a uma perda de 7.000 milhões de euros em receitas.

No entanto, é de notar que o canal online também não está a enfrentar o melhor momento, pois também sofreu um colapso sem precedentes, caindo quase 80%.

«As pessoas não estão dispostas a comprar roupas que não vão poder usar«, aponta a Associação Empresarial para o Comércio de Têxteis, Acessórios e Couro (Acotex).

A Confederação Espanhola do Comércio (CEC), por sua vez, está a tentar há semanas tratar dos interesses das pequenas lojas e exige que os períodos de promoções sejam novamente limitados.

As estratégias da Inditex, ECI e Mango

Amancio Ortega criou uma fórmula para a entrega adiada, onde o cliente compra o produto aproveitando o desconto, mas não o recebe até que a situação normal seja restabelecida.

A estratégia de vender o stock significou que um total de 800 funcionários tenham ido de forma voluntaria a 290 estabelecimentos para reaver e colocar à venda as peças de vestuário deixadas nos estabelecimentos após o fecho das lojas a 14 de março.

Por outro lado, o ECI aposta num novo site e tem também o objetivo de ser a única empresa do setor têxtil a fazer entregas em 24 horas em 54 cidades para compras superiores a 20 euros.

Outro grande grupo de moda espanhol, a Mango, lançou uma campanha no seu site de descontos até 50%.

Mantenha-se informado das notícias mais relevantes em nosso canal Telegram