A empresa de origem portuguesa, Fixando, aumenta a interação ibérica com a criação de uma bolsa de 130 mil projetos em Portugal e Espanha para a contratação de serviços locais, juntando à sua plataforma digital mais 5 mil profissionais espanhóis no imediato, mas que podem ascender a 160 mil até 2025.

A Fixando ajuda os utilizadores a simplificar o processo de contratação de um determinado serviço, através da sua plataforma web, mobile, bem como da sua APP, quer se trate da contratação de um Eletricista, um profissional de Remodelações, um serviço de Catering, um Fotógrafo ou um Contabilista.


Com esta bolsa qualquer prestador de serviços português poderá candidatar-se a projetos abertos em Espanha, tal como os espanhóis poderão concorrer a essa mesma bolsa de projetos abertos em Portugal.

Contamos que já este ano só os portugueses executem 4 mil serviços em Espanha, mas em 2025 esse número deverá ascender a 10 mil serviços”, adianta Miguel Mascarenhas, CEO da Fixando, que em Portugal regista um crescimento de 314% entre 2017, ano em que começou a operar no país, e 2019.

A empresa, que facilita a contratação de serviços associados a 1.200 categorias, estima que no sentido inverso, os espanhóis executem em Portugal 17 mil projetos em 2020, podendo esse número atingir os 22 mil serviços em 2025.

Com a integração ibérica, o volume de negócios dos profissionais que utilizam a plataforma deverá ascender a €50M já em 2020, progredindo para os €80M em 2025.

Segundo a Fixando, este novo modelo contribui para o aumento das oportunidades de negócio, sobretudo no interior do país, e para o aumento da oferta de serviços nas regiões perto das fronteiras.

Um dos exemplos é Viana do Castelo, com mais de 300 profissionais registados que, com o novo serviço além-fronteiras, vêm as suas oportunidades de negócio crescer 85%”, explica aquele responsável.

A integração ibérica permitirá aos profissionais aumentar a sua carteira de clientes a um nível internacional, expandindo assim os seus negócios e dinamizando a economia nas regiões fronteiriças.

Esta ligação com Espanha resultará numa taxa de crescimento de 100% por ano, do volume de negócios da Fixando, até 2025”, garante Miguel Mascarenhas.

Mantenha-se informado das notícias mais relevantes em nosso canal Telegram