Google suspendeu 5,6 milhões de contas de anunciantes

Em 2021, o Google removeu mais de 3,4 biliões de anúnciosrestringiu mais de 5,7 biliões de anúncios e suspendeu mais de 5,6 milhões de contas de anunciantes

Os dados são do seu relatório anual sobre publicidade online e segurança de anúncios. A segurança do utilizador é primordial ao tomar decisões sobre anúncios e conteúdo monetizado nas suas plataformas. 

Durante o ano anterior, a Google introduziu um sistema de detecção de ataques múltiplos por violações repetidas das suas políticas de utilização. Isto consistia em gerar uma série de avisos para notificar os utilizadores caso partilhassem conteúdos impróprios para as suas plataformas.

Para além disso, a Google disse ter acrescentado ou atualizado mais de 30 políticas de utilização para anunciantes e editores durante o ano, incluindo uma regra que proíbe alegações que promovam a negação das alterações climáticas. Como resultado destas regras, removeu mais de 3,4 mil milhões de anúncios, restringiu mais de 5,7 mil milhões de anúncios e suspendeu mais de 5,6 milhões de contas de anunciantes.

Bloqueou ou restringiu ainda a publicação em 1,7 mil milhões de páginas de editoras e tomou outras medidas de precaução em cerca de 63.000 websites.

Por sua vez, devido à guerra na Ucrânia, bloqueou mais de oito milhões de anúncios sob sua política de eventos sensíveis. Ao mesmo tempo, removeu separadamente os anúncios de mais de 60 sites de meios de comunicação social financiados pelo Estado Russo em todas as suas plataformas.

QUER RECEBER NOSSA NEWSLETTER

INSCREVA-SE
Os campos marcados com * são de preenchimento obrigatório
Email: *
Língua: English (English) Português (Portugese) Español (Spanish) *
Nome: *
Empresa: *
Cargo:
Sector:
Aceito receber a newsletter e as comunicações da Ecommerce News de acordo com a Política de Privacidade:
Aceito receber comunicações comerciais:
GDPR logdate ok:
Please don't insert text in the box below!

Deixe um comentário

Tu dirección de Email no será publicada.

PODE GOSTAR

POSTS MAIS RECENTES

Pode interessar-lhe

JUNTA-SE A NÓS?

POSTS MAIS COMENTADOS

Ir arriba