Compartir en facebook
Compartir en twitter
Compartir en linkedin
Compartir en pinterest
Compartir en whatsapp
Compartir en telegram
Compartir en email

O grande evento de tecnologia chegou de novo a Lisboa! A 3 semanas da Black Friday, a cidade está inundada de inovação, tecnologia, pessoas dos mais diversos países e profissões. Todos com um objetivo comum: “Viver” o Web Summit.

As cerca de 40.000 pessoas que aterraram na capital mais a greve de metro que se fez sentir durante o dia de ontem instalou o caos na cidade.

O dia já se avizinhava difícil desde o primeiro momento em que não conseguimos sair de casa porque a porta encravou. Depois disso e até ao momento que chegámos ao recinto foi uma aventura. Esperas de uma hora para fazer o teste COVID (com marcação prévia), linhas telefónicas dos táxis colapsadas, motoristas dos Uber, Free Now, (Etc) indisponíveis e até o GPS do telemóvel decidiu que não era dia de trabalhar. Quando respirávamos de alívio por termos conseguido um Uber, a meio do trajeto tivemos mais um percalço: a viagem foi cancelada, o motorista começou a receber o próximo pedido que não conseguia cancelar e fomos deixadas no meio de Lisboa, ainda longe do Altice Arena… Por um golpe de sorte tivemos boleia de um familiar meu que estava por perto e só assim conseguimos chegar ao nosso destino. O Web Summit.

Tudo isto para assistir ao maior evento de tecnologia do mundo que volta a ser presencial passados dois anos. Estar num evento como este é como ser engolida por um sem-número de sensações, em cada palco existe uma palestra que não podes perder, em cada pessoa uma ideia inovadora a nascer, a cada um momento uma tendência a ser delineada. O entusiasmo podia sentir-se nos espetadores, voluntários, jornalistas, speakers. Estávamos todos ansiosos para viver outra vez o Web Summit. 

Na ordem do dia do Web Summit

Sustentabilidade, igualdade e consumo consciente. Estes foram os temas que estiveram na ordem do dia e o ponto comum nas discussões e palestras que assisti, nos stands que visitei e nas empresas com quem falei. A conversa sobre estas temáticas está longe de terminar e as marcas que nasceram mais recentemente, talvez no último ano, já têm estes conceitos no seu DNA tão incrustados ao ponto de se esquecerem de o dizer e a meio/final da conversa comentam «ah claro, somos sustentáveis, todos os materiais que usamos são amigos do ambiente » por exemplo.

Marcas como a Zim Communications, Bairro ou Tagpeak (de que vos falarei mais detalhadamente nos próximos dias) procuram preencher lacunas no mercado ao ir ao encontro das necessidades do consumidor, ao mesmo tempo que promovem uma nova forma de pensar no consumo: pela qualidade e uso/praticidade do produto.

Esta é a nova tendência para as marcas: Acabou o momento “para falar” e chegou o momento de provar que são realmente sustentáveis. O foco é agora em como pôr em prática o que se tem vindo a pregar. Já não basta uma empresa dizer que é sustentável e que “apoia” a causa. O que faz na prática? Quais os materiais que usa? O que faz para reduzir a sua pegada ecológica? Tem transportadoras amigas do ambiente? O consumidor quer ação, quer factos, quer mais humanidade. E não é só na área da sustentabilidade. A conversa estendeu-se aos outros temas que fazem parte da agenda do dia. Quantas mulheres emprega na sua empresa? Quantos negros? Quais as condições em que estão os seus trabalhadores?

Ainda não tem resposta para isto? É o momento para planificar e dar respostas a estes desafios. 

O primeiro dia terminou com muito cansaço mas com uma enorme satisfação: O Web Summit relembrou-nos o que é estar imerso num “hub” de inovação e ideias fervilhantes. Seguimos por mais dois dias a contar-vos como foi esta aventura.

«O Web Summit dá o pontapé de saída«: A perspetiva de Mari Goméz

Nos próximos três dias Lisboa acolherá o encontro europeu mais importante em matéria de empreendedorismo tecnológico. Este ano, a Altice Arena abrirá novamente as suas portas para a edição de 2019 para acolher oradores, meios de comunicação social, empresas e startups de todo o mundo.

Lisboa recebeu-me muito bem. A chuva parece ter ficado em Madrid e, embora seja difícil ver o sol, as temperaturas são muito agradáveis. Pode-se dizer que a cidade está a realizar um evento de referência na Europa porque as ruas estão cheias, há mais tráfego do que o habitual e uma greve dos transportes públicos que os trabalhadores decidiram iniciar precisamente quando a capital portuguesa vai receber cerca de 40.000 pessoas, gera ainda mais caos.

Mais de 20 minutos à espera de um Uber, algumas estações de metro estão fechadas e o telefone dos táxis está a colapsar. Finalmente conseguimos lá chegar, mais mostrar um passaporte Covid ou um teste negativo, mais a fila para passar pelos controlos de acesso, atrasa a entrada para o Web Summit, apesar de ter a acreditação do aeroporto.

Open night

A reunião começou a voar, embora a abertura também tenha sido adiada devido ao número de participantes que queriam estar presentes na inauguração. Paddy Cosgrove, fundador da «maior conferência tecnológica do mundo», como descreve o Financial Times, abriu a reunião a falar sobre o vice-presidente da República Irlandesa, Leo Varadkar, e convidou os editores da revista Village, que ajudaram a desvendar a história de corrupção do líder irlandês em 2020, no palco, pouco antes de apresentar o orador principal da noite, o denunciante do Facebook Frances Haugen.

Dia 1: Welcome to Web Summit

A tecnologia é o principal protagonista desta feira e Dima Shvets, CEO e Co-Fundador da Reface, aproveita o encontro para falar sobre como a Inteligência Artificial irá afetar as indústrias da moda, entretenimento, música, cinema e desporto. «A personalização do conteúdo é o futuro», comentou.

E, falando do futuro, para Iker Casillas não seria possível pensar sobre isso se não fosse graças à tecnologia. O ex-futebolista quis partilhar com a audiência o que significou a paragem cardíaca que sofreu há apenas dois anos. «Fiquei chocado. Tudo aconteceu tão depressa que, quando descobri o que me tinha acontecido, não pude acreditar». O cardiologista Manuel Marina Breysse, CEO e Co-Fundador da Idoven, a empresa que ajuda a prevenir ou diagnosticar qualquer doença cardíaca graças à utilização da Inteligência Artificial, e um dos finalistas do South Summit, acompanhou-o no palco.

«Tecnologia como a IA é indispensável para o desenvolvimento de novas ferramentas de medição. Na ciência, quando se começa a medir coisas que nunca foram medidas antes, é aí que vem a inovação. E a IA torna possível olhar para o batimento cardíaco de uma pessoa com tal detalhe que nenhum médico o pode fazer. É a forma de prevenir um problema grave que acontece todos os dias de dois em dois segundos», disse a Dra. Marina Breysse.

Para além da indústria da saúde, o setor do comércio eletrónico registou as maiores mudanças no último ano devido ao aumento das transacções online. Os especialistas dizem que 2020 foi, até agora, o melhor ano para o setor. E um dos pontos-chave do seu desenvolvimento foi sem dúvida a mudança para «pagamentos sem fricção» ou, por outras palavras, o pagamento rápido. «A sua data de nascimento nunca vai mudar, por isso porque é que tem de a introduzir de cada vez que faz uma compra?», perguntou Domm Holland, CEO da Fast, à audiência. A plataforma de pagamento online mais rápida do mundo aproveitou o Web Summit para apresentar o seu lançamento no Reino Unido.

Um primeiro dia cheio de notícias.

QUER RECEBER NOSSA NEWSLETTER

INSCREVA-SE
Os campos marcados com * são de preenchimento obrigatório
Email: *
Língua: English (English) Português (Portugese) Español (Spanish) *
Nome: *
Empresa: *
Cargo:
Sector:
Aceito receber a newsletter e as comunicações da Ecommerce News de acordo com a Política de Privacidade:
Aceito receber comunicações comerciais:
GDPR logdate ok:
Please don't insert text in the box below!
Compartir en facebook
Compartir en twitter
Compartir en linkedin
Compartir en pinterest
Compartir en whatsapp
Compartir en telegram
Compartir en email

Deixe um comentário

Tu dirección de Email no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

PODE GOSTAR

POSTS MAIS RECENTES

Pode interessar-lhe

JUNTA-SE A NÓS?

POSTS MAIS COMENTADOS

Ir arriba