Após trinta anos a trabalhar no sector das artes gráficas, Felipe Gerpe Mouro, administrador das Torneiras Online, começou este projeto. A sua carreira profissional tem sido totalmente desenvolvida no mundo das artes gráficas e há cerca de 4 anos, devido ao decréscimo na procura no sector começou a envolver-se noutra área, o ecommerce. Estudou na Fundação UNED áreas como a SEO, community manager, analytics e quando este ano surgiu a oportunidade deu inicio ao negócio das Torneiras Online. 

Falámos com Felipe Gerpe Mouro que nos contou como começou o projeto e como o estão a desenvolver.

Ecommerce News Portugal (EcN): Torneiras. Algo peculiar de se vender online. Como, quando e onde surgiu a ideia? 

Felipe Gerpe (FG): Tenho um amigo em Espanha que faz renovações completas de apartamentos, muitos clientes pediram-lhe para renovar só a cozinha ou a casa de banho durante a crise e ele teve de poupar nos orçamentos. Assim, começou a vender cabines de duche, torneiras, mobiliário de casa de banho, etc. tudo em oline. Vende apenas em Espanha, mas tem emails e chamadas de clientes portugueses e foi assim que trouxe o negócio para Portugal. A maioria das lojas que vendem torneiras online são espanholas, francesas, britânicas ou Ali Express, poucas são portuguesas. Contatei fabricantes e distribuidores e em outubro o site estava lançado. 

EcN: O mundo do ecommerce era-lhe desconhecido? Como se começa sem saber nada?

FG: Pode dizer-se que não me era desconhecido porque gosto sempre de me manter a par das coisas que acontecem nos mercados.  Antes de iniciar qualquer negócio, seja físico ou online, tem de fazer uma análise SWOT  pessoal, e não uma do negócio a ser criado.

EcN: Quais as principais dicas para quem está a começar agora?

FG: Fazer uma pequena investigação de mercado. Conte a sua ideia de negócio à família, amigos, conhecidos, colegas de  trabalho, etc. e se for possível que não tenham perfis semelhantes, procure os perfis que lhe enfiam o dedo nos olhos. Utilizar as ferramentas gratuitas do Google, Google Trends para ver a tendência do mercado, Google Ads para ver a quantidade de pesquisas mensais, estes são os clientes que já estão interessados no produto que pretende vender. Utilizar audiências do Facebook. Se tudo isto correr bem, faça um diagnóstico com uma análise SWOT (desta vez do negócio). A partir daqui é tempo ou dinheiro, o meu amigo levou 6 anos, ele não investiu dinheiro nenhum.

EcN: Quais as maiores dificuldades (Leis/RGPD, parte técnica, …)?

FG: As Leis/RGPD não causam qualquer problema, basta arranjar um advogado especialista em comércio eletrónico. Se não tiver conhecimentos técnicos e quiser validar a sua ideia de negócio, pode fazê-lo ao abrir uma loja no Facebook ou utilizando a plataforma Shopify.

EcN: Como vê o ecommerce em Portugal e para onde se está a dirigir?

FG: Os portugueses estão a aumentar as suas compras na Internet e vão continuar a fazê-lo. Ainda há poucos ecommerce em Portugal e os portugueses compram muito no estrangeiro, penso que com o aumento da abertura de mais lojas online em Portugal as compras nas lojas nacionais irão aumentar.

EcN: Marketing digital. O que fazem a este nível?

FG: Pretendemos fazer publicidade no facebook e instagram, os portugueses são muito «viciados» nestas redes sociais e o facebook permite-nos fazer uma boa segmentação no nosso ebuyer.

EcN: São 100% online ou também têm lojas físicas?

FG: 100% online.

EcN: A nível de logística, são os responsáveis pela distribuição ou contrataram alguém?

FG: De certa forma, somos responsáveis. O produto é enviado directamente da fábrica ou do distribuidor e são eles que escolhem as empresas de transporte. Uma pequena loja não tem a mesma força que o fabricante para negociar preços e assumir a responsabilidade pela expedição.

EcN: Quais as maiores dificuldades a este nível?

FG:  Dificuldades com a entrega ao cliente, embora a empresa de transporte envie um SMS para confirmar o dia e a hora, a janela horária é de manhã ou de tarde.

EcN:Quais os planos de ação para 2021?

FG: Continuar a acrescentar produtos de qualidade.

Mantenha-se informado das notícias mais relevantes em nosso canal Telegram