Como a digitalização contribui positivamente para os setores da Logística e da Indústria?

Compartir en facebook
Compartir en twitter
Compartir en linkedin
Compartir en pinterest
Compartir en whatsapp
Compartir en telegram
Compartir en email

Apesar dos enormes constrangimentos que trouxe à vida de todos nós, a pandemia teve o condão de acelerar a transformação digital de inúmeros setores de atividade.

Entre aqueles que mais sentiram na pele esta mudança de paradigma estão a Logística e a Indústria, dois setores que, ao longo do último ano e meio, reformularam as suas estratégias e processos de modo a acomodaram o que de melhor o digital pode trazer às suas operações.

digitalizacao-contribui-positivamente-para-setores-logistica-e-da-industria.png

De acordo com o Guia do Mercado Laboral elaborado pela consultora Hays, “a digitalização e o forte crescimento do e-commerce contribuíram significativamente para o balanço positivo dos setores da Logística e da Indústria”

A consultora assinala ainda que, “neste contexto de digitalização, que se verifica sobretudo na área da Logística”, notou-se um aumento da procura por perfis com valências tecnológicas especializados na coordenação de transportes, devido à sobrecarga dos canais de transporte expresso.

Para além da aposta em profissionais tecnologicamente qualificados, a era da assim já batizada Logística 4.0 aposta ainda na automatização das operações e na procura de novas soluções, mais responsáveis do ponto de vista ecológico, mais seguras e personalizadas.

Isto teve consequência prática na adoção de softwares de gestão de armazéns que vieram conferir às empresas de logística uma maior flexibilidade e uma visão 360º ao longo de toda a cadeia de valor que lhes permitiu aumentar a capacidade de receção, gestão e envio de stock e, com isso, acelerar vendas, estando, simultaneamente, expostas a menos erros logísticos que, invariavelmente, se traduzem em custos e prejuízos.

Um software de gestão de armazém que está a permitir às empresas digitalizarem os seus processos é o sistema de gestão de armazéns WMS (Warehouse Management Solution), como o Eye Peak da Primavera BSS.

Para além de ajudar a cumprir os timings exatos de entrega de uma encomenda e otimizar o espaço utilizado em armazém, a solução Eye Peak, de fácil integração com qualquer sistema de gestão, reduz os custos de armazenagem, aporta eficiência na distribuição de mercadorias e gestão de entregas, simplifica as operações com listas de picking rápidas, agiliza a criação de diversos formatos de armazenamento (paletes, caixas, etc.) e acompanha o track and trace de cada encomenda.

Indústria 4.0 – digitalização de processos

À semelhança do que ocorreu com a Logística, a Indústria também partiu em busca de novos quadros, especialmente, de acordo com o guia da consultora Hays, aqueles mais ligados à digitalização de processos, como é o caso dos cargos de Engenheiro de Automação, Engenheiro de Manutenção e Responsável de R&D com componente técnica específica.

Esta procura por profissionais especialistas na digitalização de processos está ligada, umbilicalmente, à “omnicanalidade” exigida por uma pandemia que deixou os consumidores em casa e alterou radicalmente os seus hábitos de consumo colocando uma pressão extra sobre os processos produtivos e logísticos das empresas. 

Isto foi particularmente visível na indústria dos produtos de higiene e saúde, setor que se viu a braços com uma procura desmedida para a sua capacidade de produção.

Colocadas entre a espada e a parede, a Indústria caminhou assim para aquilo que se denomina Indústria 4.0

Mais do que simples necessidade momentânea, a digitalização da Indústria transformou-se numa questão de sobrevivência numa economia globalizada, volátil e altamente competitiva. 

Garantia de vantagem competitiva, a digitalização do setor industrial consubstancia-se na adoção de softwares de gestão industrial que, entre outras coisas, permitem o aumento da produtividade, a rastreabilidade total da produção em tempo real e uma maior facilidade no cumprimento de prazos de entrega das encomendas.

Como se verifica, os benefícios da utilização de um software de gestão industrial, em especial de um MES – Manufacturing Execution System, são imensos e começam logo por algo tão caro às organizações, como o aumento da produtividade e a redução de custos, mas existem mais.

Para além das vantagens já sublinhadas, vejamos o que soluções do género permitem:

  • Integrar todos os componentes da empresa numa única peça central a partir da qual os gestores podem gerir o negócio e lançá-lo na era da automação, da inteligência, da realidade aumentada, da IOT e da sensorização;
  • Garantir um controlo rigoroso e centralizado dos dados sobre as várias áreas da empresa;
  • Proporcionar aos diferentes perfis de gestão acesso a uma única fonte de informação que sustenta as decisões e garante alinhamento nos vários departamentos;
  • Aceder, em tempo real e a partir de qualquer lugar, a um vasto conjunto de dashboards, mapas, análises e relatórios de gestão com resultados sobre as diversas áreas da empresa garantindo a rapidez e segurança na tomada de decisões.

QUER RECEBER NOSSA NEWSLETTER

INSCREVA-SE
Os campos marcados com * são de preenchimento obrigatório
Email: *
Língua: English (English) Português (Portugese) Español (Spanish) *
Nome: *
Empresa: *
Cargo:
Sector:
Aceito receber a newsletter e as comunicações da Ecommerce News de acordo com a Política de Privacidade:
Aceito receber comunicações comerciais:
GDPR logdate ok:
Please don't insert text in the box below!
Compartir en facebook
Compartir en twitter
Compartir en linkedin
Compartir en pinterest
Compartir en whatsapp
Compartir en telegram
Compartir en email

Deixe um comentário

Tu dirección de Email no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

PODE GOSTAR

POSTS MAIS RECENTES

Pode interessar-lhe

JUNTA-SE A NÓS?

POSTS MAIS COMENTADOS

Ir arriba