JD.com lança pavilhão virtual de produtos portugueses

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

O gigante chinês do comércio eletrónico JD.com inaugurou um pavilhão virtual dedicado à venda de produtos portugueses, como resultado do acordo assinado em 2018 com a Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal (AICEP).

Pavilhão de Portugal

Numa primeira fase, o portal tem como foco os vinhos, mas o projeto está aberto a diferentes setores, incluindo o agroalimentar. Foram 95 empresas portuguesas que se candidataram a integrar a plataforma e caso o negócio lhes seja favorável, vão participar nas diferentes etapas.

O Pavilhão de Portugal conta até agora com as seguintes marcas: Quinta do Portal, Symington, Bacalhoa, Porto Reccua e Real Companhia Velha .

China lidera vendas online

A China é líder mundial em vendas pela Internet e o volume total de transações em vendas online na China atingiu 4,2 biliões de euros. Este valor representa mais de metade do conjunto mundial de vendas pela Internet.

Com sede em Pequim, o JD.com é a segunda maior empresa de comércio eletrónico no país e detém 25% da quota de mercado. Para além de Portugal, 13 outros países detêm pavilhões virtuais no JD.com.

QUER RECEBER NOSSA NEWSLETTER

INSCREVA-SE
Os campos marcados com * são de preenchimento obrigatório
Email: *
Língua: English (English) Português (Portugese) Español (Spanish) *
Nome: *
Empresa: *
Cargo:
Sector:
Aceito receber a newsletter e as comunicações da Ecommerce News de acordo com a Política de Privacidade:
Aceito receber comunicações comerciais:
GDPR logdate ok:
Please don't insert text in the box below!
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Deixe um comentário

Tu dirección de Email no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

PODE GOSTAR

POSTS MAIS RECENTES

Pode interessar-lhe

JUNTA-SE A NÓS?

POSTS MAIS COMENTADOS

Ir arriba