Malü Pet Wear: «Num ano conseguimos crescer 400%»

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Animal Care é um segmento de mercado que tem vindo a crescer. Cada vez mais o animal de estimação é um membro da família que merece tudo do bom e do melhor e foi com isto em mente que Malü Pet Wear, uma loja online de acessórios de animais, abriu «portas» à cerca de um ano. 

Na Ecommerce News Portugal, conversamos com a Márcia Silva & Pedro Simões, os fundadores da Malü Pet Wear, que nos contaram como uma lacuna no mercado levou ao início deste projeto e como têm sido a evolução ao longo de um ano de vida deste projeto. 

Ecommerce News Portugal (EcN): Como surgiu este projeto, viram uma lacuna no mercado online dos animais de estimação? De onde nasceu a ideia de ser em nome da vossa cadela Lulu?

Márcia Silva & Pedro Simões (M&P): Estávamos em 2019 quando fomos buscar a Lulu e percebemos que os acessórios essenciais na vida de um animal, trelas, coleiras e peitorais eram todos muito simples e básicos. Depois de procurarmos mais a fundo percebemos que realmente não havia nada idêntico ao que gostávamos e tínhamos imaginado e pensamos que como nós mais gente deveria deparar-se com o mesmo problema. Foi assim que surgiu a Malü Pet Wear! Em nome dela e da nossa gata Karma porque o projeto só surgiu porque elas foram as causadoras e quem melhor para falar dos acessórios do que quem os usa? (risos)

EcN: Quem e como é o vosso cliente? Sendo um nicho de mercado como competem com outras lojas online ou até mesmo clínicas veterinárias que vendem este tipo de produtos? 

M&P: O nosso cliente é aquele que considera que os seus animais são parte da família e que por isso também têm direito a presentes. Como tal não podem andar com acessórios feios, não é? Também tentamos ter vários padrões que se possam adequar à personalidade dos próprios animais e gostos da sua família humana. 

O mais difícil é dar a conhecer a marca, depois disso a qualidade e estilo dos produtos acaba por atrair os clientes. Em 2020 fizemos vários mercados/feiras onde fomos conquistando clientes e em Dezembro também tivemos um pequeno quiosque no Centro Comercial Colombo que foi extremamente importante para conhecer a opinião e necessidade dos clientes e principalmente para chegar a mais pessoas. Não queremos ser exclusivamente online, teve de ser devido à pandemia, mas queremos voltar a contactar com os clientes e conhecê-los, é graças a eles que temos vindo a crescer e por isso achamos que faz todo o sentido.

EcN: Qual a vossa proposta de valor?

M&P: O que trazemos de diferente é a ideia de que cada cão tem a sua personalidade e que podem usar mais do que coisas simples. Além dos produtos para animais também temos acessórios para os donos estarem sempre a combinar tais como t-shirts (mais presentes em edições especiais), scrunchies e porta-chaves (por agora). Caso tenham alguma ideia que queiram concretizar podem também pedir-nos já que tornamos tudo em realidade por encomenda. Já criámos camas, cabeções de cavalo e fazemos também os habituais acessórios com medidas especiais.

Além disso queremos ajudar a reduzir a pegada ecológica e apelar à reutilização e por isso criámos a política PNAD, Política de Não ao Desperdício, em que é possível devolver a coleira ou peitoral da nossa marca depois de já não servir ao seu cão ou gato e adquirir um artigo igual mas no tamanho acima por metade do preço.

EcN: Ainda é um projeto muito recente, com cerca de 1 ano. Qual tem sido o feedback? 

M&P: O feedback tem sido muito positivo. As pessoas gostam imenso da ideia e é algo que cada vez procuram mais e notamos que ao contrário de há um ano atrás em que se mostravam reticentes em relação a acessórios de animais mais personalizados, atualmente já não sentimos muito essa resistência.

EcN: Quais as maiores dificuldades?

M&P: As maiores dificuldades passam realmente por dar a marca a conhecer, porque mesmo com um trabalho diário nas redes sociais não conseguimos chegar a tanta gente como gostaríamos. No entanto tentamos agarrar qualquer oportunidade que temos para espalhar a palavra porque sabemos que os produtos depois conquistam.

EcN: Qual o volume de negócios?

M&P: Neste momento temos vindo a crescer de mês para mês, num ano a Malü Pet Wear cresceu 400%. Ainda não é algo muito grande uma vez que continuamos a trabalhar apenas duas pessoas no projeto mas a tendência será continuar a aumentar.

EcN: Estão em algum marketplace ou consideram este modelo de negócio?

M&P: Sim, estamos no DOTT há alguns meses e gostamos da forma como funciona. Achamos que faria falta um Marketplace exclusivamente ligado à área e ao mundo animal mas, pelo menos até ao momento, não conhecemos nenhum.

Além disso também temos uma parceria com a Barf à la carte em que temos os nossos produtos presentes na loja online deles.

EcN: 1 ano de vida e 1 ano de pandemia. Sentiram flutuação no vosso tráfego consoante os confinamentos/ desconfinamentos? Como se refletiu a nível de vendas?

M&P: Em Março de 2020, quando lançámos a marca e que coincidiu exatamente com o primeiro confinamento foi mais difícil porque sendo uma marca recente poucas pessoas nos conheciam e não tinham muita confiança. Na altura de desconfinamento conseguimos começar a realizar mercados e tivemos também o tal espaço no Colombo por isso conseguimos aumentar as vendas presenciais que eram significativamente mais elevadas que as online. Com isto também demos a conhecer a marca que foi importante na fase seguinte de um novo confinamento.  Neste 2º confinamento notámos realmente um aumento nas vendas online o que tem sido muito positivo pois vemos que as pessoas começam a perder o “medo” de encomendar online.

EcN: Quais as ações de marketing que são mais eficazes para a vossa marca?

M&P: Fizemos o nosso primeiro giveaway recentemente e teve um ótimo retorno. O nosso marketing passa realmente pelas Redes Sociais e por ações e atividades que lá possamos realizar. Por exemplo também pedimos sempre fotos aos nossos clientes que diariamente publicamos porque, vamos ser sinceros, quem não gosta de ver o nosso mais-que-tudo a ser modelo? Além disso é uma ótima forma de imaginarmos qualquer cão a usar os nossos produtos.

EcN: Como irão abordar, do ponto de vista de marketing digital, o verão de 2021?

M&P: Vamos realizar agora uma nova procura de modelos (como quem diz representantes) para quem se identifica com a marca, por isso se tiverem cães ou gatos não se esqueçam de passar pelo nosso Instagram.

EcN: Quais são as perspetivas para este ano? Alguma novidade que possamos saber? 

M&P: Na verdade nós pensamos mais numa perspetiva mensal e até agora todos os meses crescemos por isso o nosso objetivo é continuar nesse caminho e ver que oportunidades podem surgir. Vamos lançar uma nova coleção de Primavera/Verão com novos padrões e juntamente com isso estamos diariamente a pensar em novos produtos para lançar. Continuaremos também a ter coleções temáticas (já tivemos a de Natal, Dia dos Namorados, Dia do Pai e Páscoa) e também temos mais algumas surpresas mas essas só mesmo com o tempo é que vão descobrir. Mas vale a pena esperar!

QUER RECEBER NOSSA NEWSLETTER

INSCREVA-SE
Os campos marcados com * são de preenchimento obrigatório
Email: *
Língua: English (English) Português (Portugese) Español (Spanish) *
Nome: *
Empresa: *
Cargo:
Sector:
Aceito receber a newsletter e as comunicações da Ecommerce News de acordo com a Política de Privacidade:
Aceito receber comunicações comerciais:
GDPR logdate ok:
Please don't insert text in the box below!
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Deixe um comentário

Tu dirección de Email no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

PODE GOSTAR

POSTS MAIS RECENTES

Pode interessar-lhe

JUNTA-SE A NÓS?

POSTS MAIS COMENTADOS

Ir arriba