A EllaLink anunciou que o seu sistema de cabos submarinos de baixa latência de última geração já ancorou em Sines, a partir de onde se estabelecerá a ligação à América Latina. Deverá ficar plenamente operacional no segundo trimestre deste ano, proporcionando um nível de conectividade internacional sem precedentes entre os dois continentes e que chegará à Europa através de Portugal.

Com esta operação de investimento de 150 milhões de euros, apontada como uma das grandes apostas da Presidência Portuguesa da União Europeia, a EllaLink irá abrir um “corredor” para a transmissão de dados entre os dois continentes, fornecendo novas oportunidades ao mercado europeu.


Para além da primeira ligação direta de alta velocidade por cabo submarino entre a Europa e a América Latina, o sistema EllaLink inclui ainda diversas rotas terrestres que ligam Data Centers estratégicos em Lisboa, Madrid, Marselha, São Paulo, Rio de Janeiro e Fortaleza em parceria com a Equinix e a Interxion.

Ao criar a rota direta mais curta entre a Europa a América Latina, evitando a passagem por países terceiros, a EllaLink reduz a latência em 50% em comparação à atual infraestrutura, atingindo um valor real inferior a 60ms entre Portugal e o Brasil.

A tecnologia de ponta utilizada no sistema EllaLink garante acesso de elevada qualidade a serviços de telecomunicações e aplicações, através de uma conexão direta, de alta velocidade e com muito baixa latência. Isto será benéfico não apenas para todas as plataformas de telecomunicações, mas também para os serviços na Cloud, acesso a conteúdos, todos os tipos de negócios digitais e ainda a indústria de gaming.

Durante os primeiros meses de 2021, a EllaLink irá reforçar a sua rede para quer possa estar operacional até ao final do segundo trimestre. Estão previstas ligações à Ilha da Madeira e a Cabo Verde, mas também a Marselha, o que vai permitir uma conectividade ampliada com a África, Ásia e Médio Oriente. Estão já em vista outros potenciais pontos de ligação com Mauritânia, Marrocos, Guiana Francesa e Ilhas Canárias.

Mantenha-se informado das notícias mais relevantes em nosso canal Telegram