Pós-Covid e as mudanças no setor de compras de luxo

Muitas são as palavras que podemos usar para descrever o setor de compras de luxo e o glamour que lhe é associado. O luxo não é para todos, pertence e pertencerá às elites, mas estamos a assistir a uma mudança de paradigma… principalmente na China.

A percentagem de compras de luxo dos consumidores chineses feitas na China continental mais do que duplicou, de 32% em 2019 para mais de 70% em 2020, de acordo com a Bain & Co. As vendas de automóveis de luxo resistiram durante a última metade do ano passado. O álcool caro e ultra-premium continuou a ser procurado e os preços do vinho fino, impulsionados pelos consumidores chineses, subiram 4% no último trimestre de 2020.

Com o governo a promover uma chamada política de “dupla circulação”, para gerar procura e oferta em casa, é provável que a confiança dos consumidores se mantenha forte. Assim, mesmo quando os consumidores chineses viajarem novamente para Paris e Milão, as despesas domésticas não voltarão aos níveis pré-pandémicos. Isto tem implicações significativas para as grandes marcas de luxo.

Os analistas da Jefferies descobriram que apenas três marcas europeias de moda e artigos de couro – Louis Vuitton, Gucci e Burberry Group Plc – tinham locais em cada uma das 25 principais cidades de luxo da China.

Apesar do impulso na China, 2020 foi o pior ano de luxo da história moderna. As grandes casas podem estar relutantes em investir em novos pontos de venda.

Para além do impulso offline, os grupos de luxo terão de aumentar as suas capacidades online para chegar aos consumidores da classe média emergente da China e da Geração Z. Trabalhar com um grande retalhista online, como o Tmall Luxury Pavillion da Alibaba Group Holding Ltd. ou a JD.com Inc., pode ser benéfico.

A Farfetch Ltd. também está a avançar mais na China após uma parceria estratégica com a Alibaba e a Cie Financiere Richemont SA, proprietária da Cartier.

Se as compras de luxo já não forem o principal motor das viagens chinesas, as lojas europeias terão de se adaptar – ou fechar.

QUER RECEBER NOSSA NEWSLETTER

INSCREVA-SE
Os campos marcados com * são de preenchimento obrigatório
Email: *
Língua: English (English) Português (Portugese) Español (Spanish) *
Nome: *
Empresa: *
Cargo:
Sector:
Aceito receber a newsletter e as comunicações da Ecommerce News de acordo com a Política de Privacidade:
Aceito receber comunicações comerciais:
GDPR logdate ok:
Please don't insert text in the box below!

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado.

PODE GOSTAR

POSTS MAIS RECENTES

Pode interessar-lhe

JUNTA-SE A NÓS?

POSTS MAIS COMENTADOS

Scroll to Top