Airbnb está a lançar o guia “Bem-vindo a Lisboa”, um guia que promove viagens responsáveis, com o intuito de ajudar os anfitriões a interagirem com os hóspedes, através da utilização de dicas fáceis de como viver como um local, e de como respeitar os diferentes bairros e comunidades. Este guia faz parte do compromisso de turismo responsável anunciado para apoiar a recuperação das viagens e fomentar um turismo mais sustentável.

A iniciativa é dirigida a todos hóspedes que se encontrem na capital portuguesa, quer estejam de visita rápida, quer permaneçam mais tempo enquanto trabalham e vivem na cidade. O guia conterá informações importantes fornecidas por anfitriões, como a utilização de transportes públicos, onde experimentar alimentos produzidos por empresas locais, como reduzir e reciclar o lixo, entre outros.

Em Portugal em 2021 houve um crescimento de quase 90% nas reservas de estadias de longa duração através da Airbnb, o que demonstra que as pessoas estão a abraçar a nova flexibilidade encontrada em viver e trabalhar em qualquer lugar. Como resultado, as pessoas estão a estender-se a milhares de vilas e cidades, permanecendo durante semanas, meses, ou mesmo estações do ano completas. Neste ano Lisboa e Porto foram os destinos reservados onde os hóspedes tiveram maior tendência em optar por estadias de longa duração. Já o terceiro e quarto lugar deste ranking estão destinados, respetivamente, a Lagos (Algarve) e Funchal (Madeira).

Os anfitriões em Portugal estão conscientes da procura deste tipo de estadias e Lisboa e Porto apresentam a maior percentagem de alojamentos que se encontram prontos para as acolher, com quase 50% da oferta com a possibilidade de reserva-las.

Para os cidadãos de toda a UE, ser anfitrião na plataforma Airbnb representa uma oportunidade económica significativa, uma forma de complementar o rendimento existente e de distribuir mais benefícios económicos pelas comunidades europeias. Os anfitriões na UE acolheram mais hóspedes na Airbnb do que em qualquer outra região do mundo, ganhando mais de 35 mil milhões de euros (40 mil milhões de dólares) ao alugarem as suas casas na plataforma, recorrendo, a grande maioria, a um único anúncio. A atividade da Airbnb atrai um tipo de viajante que permanece mais tempo, gasta mais dinheiro no destino e impulsiona as empresas locais. De acordo com a Oxford Economics, os hóspedes na Airbnb apoiaram, só em 2019, mais de 13.300 empregos em Lisboa.

Dezenas de destinos em todo o mundo já têm políticas em vigor para permitir aos estrangeiros trabalharem remotamente com facilidade. Como parte disto, a Airbnb lançou o ”Viver e Trabalhar em Qualquer Lugar, uma iniciativa para estabelecer parcerias com governos e organizações de marketing de destinos.

A plataforma anunciou no final de 2021 uma série de iniciativas com o objetivo de apoiar a recuperação das viagens e fomentar um turismo mais sustentável. Além da distribuição do guia “Bem-Vindo a Lisboa”, este compromisso incluiu ainda a implementação de um programa de controlo de ruído, a implementação da Linha de Apoio ao Bairro, o lançamento do Portal da Cidade em Lisboa e o lançamento da Tecnologia de Reservas de Alto Risco para ajudar a combater as festas perturbadoras e outros distúrbios para a vizinhança.

QUER RECEBER NOSSA NEWSLETTER

INSCREVA-SE
Os campos marcados com * são de preenchimento obrigatório
Email: *
Língua: English (English) Português (Portugese) Español (Spanish) *
Nome: *
Empresa: *
Cargo:
Sector:
Aceito receber a newsletter e as comunicações da Ecommerce News de acordo com a Política de Privacidade:
Aceito receber comunicações comerciais:
GDPR logdate ok:
Please don't insert text in the box below!

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PODE GOSTAR

POSTS MAIS RECENTES

Pode interessar-lhe

JUNTA-SE A NÓS?

POSTS MAIS COMENTADOS

Scroll to Top