B2B, o principal recurso para startups de pagamentos

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Algumas empresas emergentes, como Veem e Melio Payments, localizadas nos Estados Unidos, estão à procura de um modelo de negócios B2B. No entanto, não são os únicos, milhares de startups procuram a mesma coisa.

A razão pela qual muitas empresas desejam entrar neste novo modelo é porque a oportunidade de mercado é enorme e, para além disso, existem muitos nichos disponíveisStripeSquare e BillPay são as grandes empresas de pagamento que lideram o mercado B2B, e é por isso que a Veem e a Melio Payments querem enfrentá-las.

Melio e a sua experiência B2B

A empresa foi fundada há apenas três anos e neste curto espaço de tempo conseguiu obter um capital de 500 milhões de dólares. A isso se somam cerca de 250 milhões de dólares que conseguiu arrecadar no mês passado. Desta forma, o Melio está avaliado em 4 biliões de dólares, segundo a Reuters.

A Melio tem um total de 420 funcionários, mas espera continuar a aumentar o seu quadro de funcionários. Para além disso, anunciou que abrirá uma nova sede em Denver (Estados Unidos). Outro objetivo da empresa é oferecer aos clientes serviços de pagamento em tempo real, como a criação de cartões virtuais, através da parceria com o JPMorgan Chase.

Melio movimentou mais de um bilião de dólares em transações em julho deste ano, mais do que em janeiro do ano passado. “Colocar o B2B online é uma grande oportunidade”, diz Melio.

“B2B é uma categoria muito maior em termos de gastos do que pagamentos ao consumidor e há muito mais complexidade nesses fluxos, o que torna um pouco mais difícil de atacar, mas a oportunidade é enorme”, diz Luis Valdich, diretor-gerente de investimento de risco , Citigroup.  

Mais sobre Veem

A Veem surgiu há sete anos e, até agora, conseguiu obter um total de 300.000 contas em todo o mundo com empresas de comércio eletrónico. Para além disso, possui 100 milhões de dólares em investimentos de capital.

Tem 100 funcionários e receita anual abaixo de 10 milhões de dólares. A empresa oferece serviços de contas a pagar e a receber, câmbio de moeda estrangeira, processamento de cartão e um empréstimo buy now, pay later para empresas.

“É tudo uma compilação de processos antiquados que precisam de ser divididos e modernizados”, disse Marwan Forzley, CEO da Veem.

QUER RECEBER NOSSA NEWSLETTER

INSCREVA-SE
Os campos marcados com * são de preenchimento obrigatório
Email: *
Língua: English (English) Português (Portugese) Español (Spanish) *
Nome: *
Empresa: *
Cargo:
Sector:
Aceito receber a newsletter e as comunicações da Ecommerce News de acordo com a Política de Privacidade:
Aceito receber comunicações comerciais:
GDPR logdate ok:
Please don't insert text in the box below!
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Deixe um comentário

Tu dirección de Email no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

PODE GOSTAR

POSTS MAIS RECENTES

Pode interessar-lhe

JUNTA-SE A NÓS?

POSTS MAIS COMENTADOS

Ir arriba