A DHL Parcel anunciou que irá investir pelo menos 125 milhões de euros na Holanda, para abrir dois novos centros de triagem de encomendas. Durante os últimos dois anos, a DHL Parcel já investiu 150 milhões de euros no mercado holandês.

A empresa, no comunicado, informou que este investimento irá permitir o acompanhamento do crescimento, extremamente elevado, na indústria do comércio eletrónico. A abertura do primeiro centro será em Setembro, enquanto o segundo será em meados de 2022.


Aumento no volume de encomendas

O enorme crescimento no volume de encomendas, devido à Covid-19, juntamente com o volume de encomendas registado antes da pandemia, que foi 30% mais elevado do que no mesmo período do ano passado, obrigou a empresa a adaptar-se.

O volume quintuplicou desde 2014

Mesmo com o desconfinamento, a empresa registou um volume que foi 70% a 80% superiores ao do ano passado. «Desde 2014, o volume na DHL Parcel aumentou cinco vezes, tendo atingido milhões de euros e o comércio eletrónico é responsável por metade» diz o CEO Wouter van Benten.

Concorrente da DHL

De acordo com o jornal holandês Het Financieele Dagblad, a DHL não é a única grande empresa de logística na Holanda, a PostNL também está a investir fortemente em centros de triagem. Só este ano, abriu um centro de distribuição de cross-docking e, no próximo ano, será aberto um centro de triagem de pequenas encomendas.

A capacidade da empresa também foi aumentada em cerca de 40%, em comparação com os primeiros meses deste ano. E o crescimento do volume foi de quase 14% no final de Março, tendo subido para mais de 25% em Abril e Maio

 

Mantenha-se informado das notícias mais relevantes em nosso canal Telegram