Estratégia para adiar o Prime Day: a Amazon planeia uma época de vendas também no Verão

Na semana passada, informámos que a Amazon tinha oficialmente adiado o Prime Day por dois meses, pelo que este ano se realizaria em Setembro. Bem, mesmo que a sua maior festa de descontos se realize após o Verão, o gigante americano não está a planear esperar para oferecer descontos: está a planear uma campanha de vendas no Verão. Embora tudo isto aconteça sem surpresas, uma vez que a Amazon já tinha avisado que estava a planear uma “Black Friday” até ao final do ano.

A empresa diz que é uma estratégia para “permitir aos retalhistas vender qualquer stock adicional que possam ter acumulado durante a pandemia”, segundo o The New York Times. Mas qual é objetivo por detrás desta campanha de Verão?

Tudo aponta para que a Amazon esteja à procura de mais tempo para aumentar a sua capacidade e recuperar das consequências da Covid-19. É possível que não chegue a 100% em Julho (a data habitual do Prime Day), o que poderá significar que não será capaz de gerir a procura.

Mas, por outro lado, o gigante do comércio eletrónico quer estabelecer-se como a opção mais rápida aos olhos dos consumidores, e é aqui que a campanha de Verão chegaria.

A Amazon é muito rigorosa quanto aos prazos de entrega, mas com a Covid-19 não conseguiu cumprir os prazos logísticos. Isto poderia ter levado muitos utilizadores a voltarem-se para outros concorrentes que ofereciam entregas mais rápidas.

Além disso, para além do transtorno que toda a cadeia logística sofreu a nível geral, a decisão da Amazon de entregar apenas produtos essenciais em alguns países significou que muitos utilizadores tiveram de esperar mais de uma semana para receber a sua encomenda, o que, segundo os especialistas do setor, poderia ter custado a fidelidade do cliente.

A oferta de Verão permitiria à Amazon atrair os consumidores e demonstrar que é novamente competitiva e pode proporcionar entregas mais rápidas.

Os consumidores podem estar interessados num evento de vendas da Amazon, mesmo não sendo o Prime Day, porque o preço é o fator mais importante para os compradores do mercado americano. Isto iria permitir que a Amazon “recuperasse a sua imagem”.

Além disso, entra em jogo outro fator: se o Prime Day for adiado até Setembro, e a Amazon não fizer outra venda este Verão, a sua concorrência irá certamente organizar os seus próprios eventos para atrair os consumidores que esperavam comprar no Prime Day. A oferta de Verão deverá permitir a Amazon competir pelas vendas no Verão.

QUER RECEBER NOSSA NEWSLETTER

INSCREVA-SE
Os campos marcados com * são de preenchimento obrigatório
Email: *
Língua: English (English) Português (Portugese) Español (Spanish) *
Nome: *
Empresa: *
Cargo:
Sector:
Aceito receber a newsletter e as comunicações da Ecommerce News de acordo com a Política de Privacidade:
Aceito receber comunicações comerciais:
GDPR logdate ok:
Please don't insert text in the box below!

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PODE GOSTAR

POSTS MAIS RECENTES

Pode interessar-lhe

JUNTA-SE A NÓS?

POSTS MAIS COMENTADOS

Scroll to Top