Farfetch impulsiona vendas em 90% mas regista perdas

A Farfetch encerrou os primeiros três meses com um aumento de 90% nas vendas, embora também tenha aumentado as suas perdas durante este mesmo período.

A empresa britânica de comércio electrónico, propriedade do empresário português José Neves, dissociou-se da tendência descendente do mercado online durante a COVID19 , tendo atingido um volume de negócios de 370,4 milhões de euros.

No entanto, terminou este mesmo período com perdas: registou perdas de 88,3 milhões de euros contra 86,7 milhões de euros no final do primeiro trimestre de 2019. A empresa afirmou que a taxa de câmbio impulsionou o aumento das perdas.

O volume bruto de mercadorias também fechou com um crescimento de 45,7%, no mesmo período. Aumento que foi impulsionado pelo Grupo New Guards, adquirido em Agosto de 2019, que controla marcas como a Off White e a Open Ceremony.

Durante os primeiros três meses do ano, a empresa progrediu nas suas relações com marcas de luxo, tendo assinado novas parcerias com empresas como a Balmain. Além disso, a empresa lançou o comércio electrónico do grupo britânico de grandes armazéns Harrods.

Durante o resto do ano, a Farfetch tem sido conservadora. A empresa não quis fazer previsões devido à incerteza e instabilidade que está a abalar a economia mundial.

QUER RECEBER NOSSA NEWSLETTER

INSCREVA-SE
Os campos marcados com * são de preenchimento obrigatório
Email: *
Língua: English (English) Português (Portugese) Español (Spanish) *
Nome: *
Empresa: *
Cargo:
Sector:
Aceito receber a newsletter e as comunicações da Ecommerce News de acordo com a Política de Privacidade:
Aceito receber comunicações comerciais:
GDPR logdate ok:
Please don't insert text in the box below!

Deixe um comentário

Tu dirección de Email no será publicada.

PODE GOSTAR

POSTS MAIS RECENTES

Pode interessar-lhe

JUNTA-SE A NÓS?

POSTS MAIS COMENTADOS

Ir arriba