Google vai pagar 100 milhões de indemnização por violar a Lei de Privacidade de Informação Biométrica de Illinois

A Google concordou em pagar 100 milhões de dólares aos residentes de Illinois para resolver um processo de acção colectiva por uma das suas características de reconhecimento facial no Google Photos.

A queixa alega que a ferramenta de agrupamento facial do Google, que identifica automaticamente o seu rosto em fotos e vídeos carregados em Photos, viola a Lei de Privacidade de Informação Biométrica de Illinois (BIPA).

Introduzida em 2008, a BIPA proíbe as empresas de recolher e armazenar qualquer tipo de dados biométricos, incluindo um “scan de retina ou íris, impressão digital, impressão de voz, ou scan de geometria da mão ou do rosto”, sem que um indivíduo seja informado por escrito sobre a razão pela qual está a recolher este tipo de dados, bem como sobre o tempo que planeia para o seu armazenamento. Google “está em violação directa” desta lei, afirma a queixa, uma vez que alegadamente recolhe e analisa a estrutura facial de uma pessoa em relação à sua característica de agrupamento facial “sem fornecer aviso prévio, obter consentimento informado por escrito ou publicar políticas de retenção de dados”.

A Google concordou com um pagamento de 100 milhões de dólares como resultado do processo de acção colectiva, e é obrigada a fornecer aos utilizadores um aviso sobre a funcionalidade de agrupamento de rosto. Assim, se é (ou foi) um residente de Illinois que apareceu numa fotografia ou vídeo no Google Photos entre 1 de maio de 2015 e 25 de abril de 2022, tem até 24 de setembro de 2022, para apresentar uma reclamação no website do acordo. De acordo com o aviso de acção colectiva, pode obter entre $200 e $400, dependendo das despesas relacionadas com o tribunal e de quantas pessoas apresentem uma queixa. A audiência final de aprovação do acordo de compensação terá lugar a 28 de setembro.

“Temos o prazer de resolver este assunto relacionado com leis específicas no Illinois, e continuamos empenhados em construir controlos fáceis de usar para os nossos utilizadores”, disse o porta-voz da Google, José Castañeda, numa declaração ao The Verge. “O Google Photos pode agrupar rostos semelhantes para o ajudar a organizar fotografias da mesma pessoa, para que possa facilmente encontrar fotografias e memórias antigas. Claro, tudo isto só é visível para si e pode facilmente desligar esta funcionalidade se assim o desejar”.

QUER RECEBER NOSSA NEWSLETTER

INSCREVA-SE
Os campos marcados com * são de preenchimento obrigatório
Email: *
Língua: English (English) Português (Portugese) Español (Spanish) *
Nome: *
Empresa: *
Cargo:
Sector:
Aceito receber a newsletter e as comunicações da Ecommerce News de acordo com a Política de Privacidade:
Aceito receber comunicações comerciais:
GDPR logdate ok:
Please don't insert text in the box below!

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PODE GOSTAR

POSTS MAIS RECENTES

Pode interessar-lhe

JUNTA-SE A NÓS?

POSTS MAIS COMENTADOS

Scroll to Top