Mulheres na Liderança do comércio eletrónico em Portugal (parte 2)

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Com respeito ao Dia Internacional da Mulher criamos um artigo «Mulheres na Liderança do comércio eletrónico em Portugal» em que apresentamos durante toda a semana Mulheres em cargos de poder no ecommerce em Portugal. Começamos ontem com a responsável do ecommerce & digital da Sephora em Portugal, Marta Lousada e hoje trazemos a perspetiva da Bárbara Almeida de Faria da Laskasas e Ana Lopes e Telma Santos da reCloset.

Bárbara Almeida de Faria, Ecommerce & Digital Marketing em Laskasas

É difícil ser uma mulher no poder?

Ainda há um longo caminho a ser percorrido, no entanto estão a abrir-se portas. Felizmente já existem muitos casos de liderança no feminino, e a tendência tem sido crescente. É com muito orgulho que vejo outras mulheres em cargos de liderança na área do digital. Acredito que cada vez mais somos ouvidas e vistas como exemplos de liderança. Ao longo do meu percurso profissional, sempre me senti respeitada e valorizada nos cargos que desempenhei, nunca senti que me foi negada qualquer oportunidade, devido ao meu género. No entanto, tenho consciência que esta não é a realidade de todas as mulheres.

Que conselho pode dar a jovens profissionais?

Escolher só um é difícil. Por isso, partilho aqueles que sigo religiosamente.

  • Não ter medo de correr riscos. Sair sempre que possível da zona de conforto.
  • Não ter medo de errar, faz parte da aprendizagem.
  • O conhecimento é a chave para o desenvolvimento profissional. Deveremos ser eternos aprendizes.
  • A paixão será sempre aquilo que nos move.

Ana Lopes e Telma Santos, Fundadores da reCloset

Como é ser uma mulher na sua indústria?

Sinceramente, ainda não notámos diferença por sermos mulheres. Na área da sustentabilidade, e ainda mais na moda, há muitas vozes femininas, por isso já é algo normalizado.

Acha que seria diferente se fosse um homem?

Talvez acabasse por atrair mais atenções, por ser invulgar, no nosso caso.

Que avanços considera mais urgentes em termos de igualdade de género?

Uma maior transparência, com a divulgação das condições salariais de todos. Desta forma, as diferenças entre condições de homens e mulheres seriam visíveis a todos, podendo começar o processo de se dissiparem desigualdades. Aliás, esta medida permitira combater as desigualdades, não só entre homens e mulheres, mas também relativamente a minorias.

QUER RECEBER NOSSA NEWSLETTER

INSCREVA-SE
Os campos marcados com * são de preenchimento obrigatório
Email: *
Língua: English (English) Português (Portugese) Español (Spanish) *
Nome: *
Empresa: *
Cargo:
Sector:
Aceito receber a newsletter e as comunicações da Ecommerce News de acordo com a Política de Privacidade:
Aceito receber comunicações comerciais:
GDPR logdate ok:
Please don't insert text in the box below!
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Deixe um comentário

Tu dirección de Email no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

PODE GOSTAR

POSTS MAIS RECENTES

Pode interessar-lhe

JUNTA-SE A NÓS?

POSTS MAIS COMENTADOS

Ir arriba