Segundo dados do estudo «Real Time Marketing Insights» da DMA e da Neolane, 43% dos profissionais de marketing associam a RTM à dinamização de conteúdos personalizados, 13% à dinamização de conteúdos entre canais de marketing tradicionais, 12% à capacidade de gerir uma resposta rápida num evento multitudinário e 11%, não desprezível, equipara a poder responder com humor no momento certo.

 

Os 5 parâmetros que definem o Real Time Marketing

Como agência pioneira em Espanha e em todo o mundo no Real Time Marketing global, a Wunderman aponta os 5 parâmetros essenciais que definem esta disciplina

 

1.- O trigger: a ação do utilizador

Anteriormente, as ações de marketing eram definidas por campanhas, por um calendário de ações. Mas a RTM não é concebida como uma campanha tradicional. A origem do processo está sempre numa ação do utilizador («gatilho») que acontece a qualquer momento, em qualquer circunstância, seja uma visita a um site, uma busca por informações via telemóvel ou qualquer outro comportamento que a tecnologia seja capaz de «encontrar». E não tem um fim predeterminado. Implica uma aprendizagem contínua do consumidor e das suas diferentes ações para otimizar os resultados ao longo do tempo.

 

  1. – Resposta imediata, relevante e personalizada

Dependendo da atuação do utilizador e imediatamente depois, uma resposta relevante e personalizada é acionada. Graças às regras de negócio pré-definidas por uma equipa de profissionais de disciplinas muito diferentes: planeamento estratégico, negócio, análise, CRM, criação, programação… estas regras de negócio podem resultar em infinitas combinações que «servem» de uma forma absolutamente personalizada (mensagem diferente de um e-mail, website diferente, etc.) para dar qualquer tipo de resposta necessária.

 

3.- Automação e resposta 24×7

O Real Time Marketing ou marketing «automatizado» visa poder chegar ao cliente no momento em que este tem o máximo interesse na marca e fazê-lo de forma continuada ao longo do tempo. Portanto, deve considerar qualquer momento do ciclo de aquisição real ou potencial, a partir do conhecimento da marca/produto, consideração ou avaliação, comparação, teste, compra, recomendação e lealdade. Assim, o processo de resposta só é possível graças à tecnologia que permite servir de forma automatizada e relevante 24 horas por dia, sete dias por semana.

 

4.- Multicanalidade e aplicação em todos os tipos de canais, não só em redes sociais.

A resposta deve ter aplicação em todo o tipo de canais, online ou offline: páginas web, aplicações móveis, serviços de atenção telefónica, e-mails, SMS, mensagens instantâneas, tickets de compra, cartas, etc. Mesmo naas tecnologias mais recentes, como os sistemas IPS baseados em iBeacons ou tecnologia WiFi (que posicionam o utilizador num estabelecimento físico), para ser ainda mais relevantes no momento mais próximo da compra.

Qualquer canal pé suscetível de personalização e adaptação aos interesses e necessidades do utilizador. A resposta pode começar num e-mail, ter um seguimento com uma mensagem para o telemóvel ou deixar uma mensagem na Internet.

 

5.- Personalização de conteúdo

O RTM aprende com o comportamento do indivíduo (físico, digital, social e compras) e reage para oferecer conteúdo e informação personalizados e orientá-lo para a conversão. Por exemplo, se o aplicamos a um website, ele mudará em tempo real para oferecer ao visitante o que ele precisa ou o que prevemos que ele vai precisar.

 

Mantenha-se informado das notícias mais relevantes em nosso canal Telegram