Produtos alimentares e bebidas aumentam 60% nas pesquisas na Amazon

Em agosto de 2021, as marcas de alimentos e bebidas aumentaram significativamente o seu posicionamento na Amazon e em outros marketplaces, melhorando os seus dados de pesquisa em quase 60% em comparação com o mesmo período do ano anterior. 

Dentro desta categoria, os utilizadores concentraram as suas pesquisas em bebidas proteicas. E, especificamente, em termos como “proteínas whey” e “proteínas para massa muscular”. Assim, estão no topo dos 10 termos de pesquisa com o melhor desempenho entre agosto de 2020 e agosto de 2021 em toda a categoria, já que o primeiro termo teve um volume de pesquisa 12 vezes maior do que em agosto de 2020. 

Da mesma forma, o volume de pesquisas pela subcategoria “cápsulas de café” aumentou 32% em agosto de 2021 em relação ao mesmo mês do ano anterior. Neste contexto, as marcas mais cobiçadas foram Nespresso, Tassimo ou Starbucks, entre outras. Por outro lado, outra das subcategorias que mais cresceu foi a das “cervejas”, com um crescimento de 214% entre agosto de 2020 e agosto de 2021 . Se falamos de destilados, a subcategoria Whisky registou um crescimento de 65% em relação a agosto de 2020, com Macallan, Jhonnie Walker ou Cardhu entre as marcas mais procuradas.

Novas tendências de consumo

Há um interesse crescente em termos diferentes dentro da categoria de alimentos. Isso permite a análise de novas tendências de consumo dentro da categoria de alimentos. Nesse sentido, a subcategoria que registou a taxa de crescimento mais expressiva nas pesquisas, no período de agosto de 2020 a agosto de 2021, foi “ Carne de frango enlatada” com volume de pesquisas mais de 53 vezes superior ao do ano passado. No mesmo período analisado (agosto de 2020 – agosto de 2021), o termo de pesquisa “Frango” foi o que apresentou o maior crescimento em toda a categoria Alimentos e Bebidas, com um volume de pesquisas 31 vezes maior em 2021 em relação a 2020.

Da mesma forma, a subcategoria “Tomates em conserva”, registou um crescimento de 214% face ao mesmo período do ano anterior, sendo “tomate” e “tomate frito” 2 dos 10 termos com maior rendimento em toda a categoria. Em relação ao acima exposto, o termo de pesquisa “gaspacho” teve um volume de pesquisa 14 vezes maior do que em agosto de 2020. Por fim, observa-se um aumento da criatividade nessa categoria, especificamente o termo “chocolates originais para oferecer” com um volume de pesquisa (agosto de 2021) 27 vezes maior em relação a 2020. 

Os marketplaces são hoje, um canal que cresce a cada hora e que promove a venda online onde encontra quase tudo. As empresas que usam estas plataformas somam milhões em todo o mundo e o seu volume de vendas está a crescer exponencialmente. 

A variedade de produtos alimentícios nos marketplaces é muito numerosa: desde alimentos e frescos até diferentes marcas de café ou nozes e drogarias, por exemplo; embora nestes canais também se posicionem fortemente marcas que encontraríamos no supermercado ou produtos frescos: ovos, carnes, frutas, legumes, enchidos … São inúmeras as marcas que, com grande reconhecimento e uma presença física notória, reforçam a sua presença na Amazon e noutros marketplaces, pois representam uma oportunidade de gerar novas alavancas de crescimento num canal já consolidado e atingir novos públicos.

Ignacio Hurtado, Diretor Executivo da Witailer em Espanha.

QUER RECEBER NOSSA NEWSLETTER

INSCREVA-SE
Os campos marcados com * são de preenchimento obrigatório
Email: *
Língua: English (English) Português (Portugese) Español (Spanish) *
Nome: *
Empresa: *
Cargo:
Sector:
Aceito receber a newsletter e as comunicações da Ecommerce News de acordo com a Política de Privacidade:
Aceito receber comunicações comerciais:
GDPR logdate ok:
Please don't insert text in the box below!

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PODE GOSTAR

POSTS MAIS RECENTES

Pode interessar-lhe

JUNTA-SE A NÓS?

POSTS MAIS COMENTADOS

Scroll to Top