A pandemia veio trazer diversas mudanças, ora no comportamento de consumo, ora numa direção constante para o digital. A Covid-19 está ainda a acelerar as tendências de inovação para o setor agroalimentar.

«A covid-19, pelo profundo impacto que tem na sociedade, acelerou exponencialmente as tendências de inovação que se previam para a próxima década. No setor agroalimentar, 2021 já é o futuro«, afirmou em comunicado a associação PortugalFoods.


De acordo com o observatório de tendências, os consumidores estão a procurar mais o valor acrescentado nas suas compras, como é exemplo a «segurança alimentar», levando as empresas a serem «mais transparentes sobre a política de preços e a darem mais detalhes». Os retalhistas têm agora a oportunidade de lançar produtos com «preços alinhados com declarações éticas e ambientais».

No futuro, os consumidores vão procurar serviços e produtos que tenham benefícios para os seus níveis de saúde e bem-estar mental, «o que orientará a indústria para abordagens baseadas em psicologia e experiências».

Neste sentido, os produtos vão ser cada vez mais criados para valorizar atividades de lazer e descompressão.

Mantenha-se informado das notícias mais relevantes em nosso canal Telegram