Tribunal decide que Amazon France só pode vender itens essenciais

As encomendas da Amazon em França deverão restringir-se apenas, a itens de carácter essencial, tribunal declarou na semana passada. As encomendas deverão ser apenas de produtos alimentares, de higiene e relacionados com a saúde.

Esta restrição de um mês estende-se até 15 de maio de 2020. Um tribunal em Nanterre constata a falta de esforço por parte da Amazon France para proteger os seus empregados durante a pandemia do Covid-19: “falhou no reconhecimento das suas obrigações em matéria de segurança e saúde dos seus trabalhadores”.

Caso a Amazon não cumpra com as restrições e colabore com os representantes dos empregados para a avaliação sanitária, pagará uma multa de 1 milhão de euros por dia.

A Amazon vai recorrer do veredicto, de acordo com a Forbes, dada a implementação de verificações diárias de temperatura, medidas de distanciamento de 2 metros entre trabalhadores e a triplicação do staff de limpeza e manutenção, por parte da empresa.

QUER RECEBER NOSSA NEWSLETTER

INSCREVA-SE
Os campos marcados com * são de preenchimento obrigatório
Email: *
Língua: English (English) Português (Portugese) Español (Spanish) *
Nome: *
Empresa: *
Cargo:
Sector:
Aceito receber a newsletter e as comunicações da Ecommerce News de acordo com a Política de Privacidade:
Aceito receber comunicações comerciais:
GDPR logdate ok:
Please don't insert text in the box below!

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PODE GOSTAR

POSTS MAIS RECENTES

Pode interessar-lhe

JUNTA-SE A NÓS?

POSTS MAIS COMENTADOS

Scroll to Top