Nos últimos anos, as tendências e os hábitos dos consumidores mudaram substancialmente. A recente crise sanitária, causada pelo vírus Covid-19, acentuou estas alterações e acelerou a digitalização em todos os sectores. É por isso necessário reforçar a confiança dos novos compradores no ambiente online.

De acordo com os dados analisados, as vendas através de lojas online cresceram 55% desde março. Sectores como produtos desportivos (+191%), mobiliário para casa (+135%), farmácia (+26%) e jardinagem (+130%) aumentaram consideravelmente, enquanto sectores como a moda e o calçado (-69%) ou o animais de estimação (-22%) foram afetados.


O sector do retalho deve adaptar-se às novas necessidades dos consumidores, digitalizar-se a e promover as vendas online.

A confiança é um requisito fundamental quando se toma uma decisão de compra num ambiente digital. Há anos, as pessoas não confiavam no comércio eletrónico devido à falta de experiência; hoje, ultrapassámos esta fase e são os riscos potenciais da introdução de dados sensíveis na rede que fazem com que alguns clientes se abstenham de comprar, apesar de estarem apenas a um clique de distância.

A seguir, o Instant Credit cita quatro recomendações para aumentar a confiança dos compradores:

  • Possuir logotipos, certificados de confiança, selos de qualidade e garantias legais em locais de destaque no site

Estes indicam aos compradores que os produtos ou serviços são garantidos. A mais reconhecida na Europa é a Trusted Shops. O selo é normalmente colocado no cabeçalho ou no rodapé do comércio eletrónico, mas também flutua para que o utilizador o possa encontrar rapidamente.

  • Informação jurídica acessível e transparente

O comprador online tem acesso a cada vez mais informação e está a tornar-se mais experiente. Assim, é vital informar e atualizar os Termos e Condições de Venda, a Política de Cancelamento ou Devolução, a Política de Privacidade e o Aviso Legal, num local acessível do comércio

  • Destacar detalhes de contacto para o serviço ao cliente

O retalhista deve apoiar a todo o momento, durante o processo de compra, os consumidores mais hesitantes ou que tenham dúvidas sobre os produtos ou serviços disponíveis. Os canais de contacto essenciais são: número de telefone, e-mail e formulário web. Além disso, atualmente, em muitos sectores do comércio eletrónico é também dado apoio adicional com chat instantâneo ou Whatsapp.

  • Oferecer métodos de pagamento fiáveis

É muito importante que o comprador encontre fornecedores fiáveis ao confirmar a sua compra no check-out. A página de pagamento do comércio eletrónico é a que gera mais fricção devido à sensibilidade dos dados de pagamento que o cliente tem de introduzir; oferecer, ou não, o método certo pode significar uma queda de 53% nas vendas. É por isso que, ao tomar a decisão de integrar um fornecedor de pagamentos, deve ser dada prioridade a soluções garantidas por um banco ou por entidades regulamentadas, como o Instant Credit.

Hoy en día, estamos en una era de digitalización en la que el principal objetivo de cada empresa es generar confianza con el comprador para la generación de ingresos presentes y futuros. Un cliente satisfecho y contento con los productos y servicios pre y post venta, es un cliente en el que confiamos y que repetirá su compra en nuestro comercio electrónico.

 

Mantenha-se informado das notícias mais relevantes em nosso canal Telegram