O DPDgroup entrega 5,2 milhões de encomendas por dia através das marcas DPD, Chronopost, SEUR e BRT. Agora a SEUR e a Chronopost formam uma só sob o comando da DPDgroup com uma estrutura de 1200 colaboradores, 14 estações em todo o país e 650 lojas Pickup onde os consumidores de e-commerce podem recolher e devolver as suas encomendas, tendo passado por essas lojas cerca de 1,5 milhões de encomendas no ano anterior. Olivier Establet, Presidente da DPD em Portugal, anteriormente CEO da Chronopost e Seur explica que “existe uma enorme complementaridade entre a Chronopost, líder doméstico das entregas em Portugal e a Seur, líder em Espanha e dos fluxos entre os dois países. A fusão das nossas atividades vai permitir consolidar as nossas ofertas e acelerar um programa de investimento no sentido de reforçar as nossas capacidades de produção e promover a inovação dos nossos serviços. Por outro lado, a constituição de uma rede comum de distribuição com mais de 600 circuitos em todo o país aproxima-nos ainda mais das populações permitindo entregar mais cedo em mais locais. Finalmente, a uniformização dos nossos processos e a sua simplificação traz mais fiabilidade e qualidade no geral”.

Esta união vai permitir mais de 22 milhões de envios ao ano e uma possível faturação de 77 milhões este ano. Nos planos do grupo já está um investimento de 25 milhões num centro logístico em Lisboa até 2021. Outras partes do país estão também na mira do grupo, e “no espaço de um ano a DPD quer investir 8 milhões de euros em reforço das infraestruturais em Évora e Faro, mas também na Guarda, Coimbra e Margem Sul”, diz o responsável.

Ambas as marcas operavam no mercado português e os seus clientes irão beneficiar duma estrutura maior e duma oferta consolidada dos serviço, assim como de uma melhoria do serviço de transporte entre Portugal e Espanha. O grupo que vai trabalhar em Portugal sob a marca DPD, está já em 22 mercados e em 2018, registou uma faturação de 72 milhões de euros, o que representou um crescimento de 8% face ao ano anterior.

A grande expectativa de crescimento para os anos vindouros apoia-se no ecommerce. Espera-se que este evolua nos próximos 2/3 anos, visto que em Portugal o comércio eletrónico ainda só representa 4%, em comparação com a média europeia em que representa 10%. Para Olivier Establet este valor irá aumentar, podendo chegar aos 8% e explica que “temos que nos preparar para essa realidade”.

A DPD está a preparar a entrada da Stuart, uma empresa comprada há quatro anos. Está previsto que esta lance o serviço de entregas premium, para entregas no próprio dia, assim como está previsto que lance uma rede de cacifos eletrónicos a juntar a rede de pick up.

Mantenha-se informado das notícias mais relevantes em nosso canal Telegram