A fotografia e o vídeo estão intimamente ligados ao eCommerce praticamente desde o seu início. No início era um acessório, no entanto vivemos na era do visual, onde as imagens dizem, em muitas ocasiões, mais do que o melhor slogan. Os vendedores de eCommerce têm-se apercebido disso e cada vez tentam tirar mais proveito para aumentar as suas vendas.

Fotografia e vídeo passaram por importantes mudanças que ocorreram na procura de melhorias para atrair mais atenção dos clientes, o que resultou numa série de importantes modificações:

  1. Renovação do fundo branco (excepto nos marketplaces): o branco é uma cor neutra que dá uma sensação de homogeneidade. No entanto, há já algum tempo que a procura tem sido feita por fundos menos limpos e personalizados e é isso que muitos players estão a seguir, pois dá mais personalidade ao produto e à própria marca.
  2. Fotografias maiores: o aumento do tamanho das fotografias que nos permitem apreciar cada detalhe e componente do material com o qual é feito é uma das maiores e mais significativas mudanças, pois proporciona confiabilidade e segurança ao cliente para fazer a compra, tendo informações sobre todos os detalhes.
  3. Menos fotos e mais vídeos: muitos eCommerces apostam em mais conteúdo visual, com mensagem explícita incluída e o que há de melhor do que um vídeo para fazê-lo. Isto é conhecido como Hero Videos (tendência atual) versus Hero Images (costumavam ocupar o ecrã inteiro na homepage) em quase todas as lojas online.
  4. Conteúdo interativo e muito visual: Desde produtos que são mostrados em fotografias até vídeos com as mesmas dimensões das fotografias e que estão em loop, até conteúdo que se move, exibe ou se transforma conforme fazemos scroll, transmitindo as características do produto.
  5. Finalmente, uma das grandes tendências que não poderíamos esquecer é mostrar os produtos em uso, em vez de estática sobre um fundo branco, as marcas optam mais por mostrar o artigo em uso. Também se tornou um conteúdo fácil de integrar em qualquer loja online e traz muito valor para as marcas.

Apesar destas tendências ascendentes e da escolha comum de ecommerces, existem cada vez menos regras e um leque cada vez maior de possibilidades para que cada marca tenha a sua própria personalidade e se diferencie das outras, para que o utilizador que a escolhe não se sinta um deles, mas sim alguém que partilhe os valores das marcas que consome.

Mantenha-se informado das notícias mais relevantes em nosso canal Telegram