Correos Express Portugal espera terminar o ano com um volume de negócios próximo dos 27 milhões de euros

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Em setembro o volume de negócios atingiu 19,3 milhões de euros e as previsões são de fechar o ano com uma receita de 27 milhões de euros. No passado mês de abril, o Grupo Correos lançou a sua primeira operação fora de Espanha nos seus mais de 300 anos de história. Com um investimento inicial de quatro milhões de euros em instalações e equipamentos, a Correos Express Portugal nasceu com um objetivo claro: entregar em 24 horas em qualquer ponto da Península Ibérica. Um movimento estratégico dado o boom do ecommerce e a ampla rota planeada para os próximos anos.

Seis meses após a primeira etapa internacional dos Correios para prestar um serviço completo na Península Ibérica, a filial portuguesa da Correos Express é já uma realidade consolidada que conseguiu entregar 1,7 milhões de encomendas e os seus 2.600 clientes expressam um nível de qualidade superior a 97%, como em Espanha, e uma eficácia de 92%.

A empresa disponibiliza ao serviço de entrega em 24 horas cerca de 160 profissionais distribuídos nos seus 11 centros portugueses, que se somam aos 54 em Espanha e a uma rede logística composta por 300 rotas, 19 redes de arrasto nacionais e sete ibéricas.

«Preparados para o futuro»

Avelino Castro, director-geral da Correos Express, sublinha a importância da presença em Portugal para estar «preparado para o futuro» dado o grande percurso que o ecommerce ainda tem que fazer aqui. O objetivo é «adaptar-se a esta evolução do mercado com um serviço 24 horas por dia em toda a Península Ibérica, onde, actualmente, as entregas a particulares representam apenas 15% contra 85% das entregas registadas nas empresas«.

Nos próximos cinco anos, a empresa espera lidar com quase 35 milhões de encomendas. Este é o volume acumulado no período, com um pico de cerca de 10 milhões em 2023. Em termos de volume de negócios, espera atingir um crescimento de 2,5 vezes nas vendas, o que significará receitas superiores a 50 milhões de euros em 2023.

Para dar a melhor resposta, a Correos Express Portugal definiu um plano para optimizar a operação com a mais recente tecnologia em sistemas de triagem e entrega inteligente. De facto, a empresa já está a implementar duas máquinas de triagem no Porto e em Lisboa com uma capacidade de processamento de 3.500 embalagens por hora e adquiriu 200 PDA para agilizar e facilitar a gestão dos distribuidores.

Com estes passos, a Correos Express procura consolidar-se a partir de 2020 como líder em encomendas expresso para particulares e empresas. «A nossa missão é continuar a responder às exigências dos nossos clientes, tornando-se um parceiro de referência para os seus negócios, garantindo uma qualidade comprometida e com um impacto mínimo no nosso ambiente«, explica Castro.

QUER RECEBER NOSSA NEWSLETTER

INSCREVA-SE
Os campos marcados com * são de preenchimento obrigatório
Email: *
Lengua: English (English) Português (Portugese) Español (Spanish) *
Nome: *
Empresa: *
Cargo:
Sector:
Aceito receber a newsletter e as comunicações da Ecommerce News de acordo com a Política de Privacidade:
Aceito receber comunicações comerciais:
gdpr logdate ok:
Please don't insert text in the box below!
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

1 comentario en “Correos Express Portugal espera terminar o ano com um volume de negócios próximo dos 27 milhões de euros”

Deixe um comentário

Tu dirección de Email no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

PODE GOSTAR

POSTS MAIS RECENTES

Pode interessar-lhe

JUNTA-SE A NÓS?

POSTS MAIS COMENTADOS

Ir arriba