Esta segunda-feira foi apresentada na Casa da Moeda, a nova carta de condução portuguesa.

As novas alterações ao Código da Estrada entraram em vigor na semana passada e entre as várias medidas aprovadas em novembro de 2020 estava previsto um novo grafismo da carta de condução, passando a incluir um QR code. Este código, legível pelas câmaras dos telemóveis, permitirá digitalizar o documento e tê-lo disponível sem o cartão propriamente dito.


O novo modelo começou a ser fabricado esta segunda-feira e sabe-se agora que o Instituto de Mobilidade e Transportes (IMT) poderá começar a fazer cartas de condução «na hora», um serviço sobretudo para profissionais e para pessoas que tenham perdido o documento.

A personalização da carta é da responsabilidade da Imprensa Nacional da Casa da Moeda e é entregue pelo Instituto da Mobilidade e dos Transportes (IMT).

Na sessão de apresentação do novo modelo da carta de condução, o secretário de Estado das Infraestruturas, Jorge Delgado, afirmou que o novo documento, que inclui impressão holográfica e um código de barras bidimensional QR, «dá maiores garantias de segurança, contribuindo para o combate à fraude».

Mantenha-se informado das notícias mais relevantes em nosso canal Telegram