Os CTT, em cooperação com o Ministério da Economia e Transição Digital, no âmbito das medidas criadas pelo Governo para apoiar as PME, estão a lançar novos serviços e condições especiais para as Pequenas e Médias Empresas (PME), ajudando a promover a sustentabilidade do tecido empresarial nacional no contexto de pandemia CoViD-19 em Portugal.

Para isto os CTT lançam esta quinta-feira o serviço Criar Lojas Online, uma oferta que permite que as PME ligadas ao retalho ou venda de bens físicos criem lojas online com grande facilidade, para a venda dos seus produtos e será gratuita até 30 de abril.

Este serviço, desenvolvido em parceria com a start-up Shopkit garante a construção de uma loja online de forma simples e intuitiva – aliada a soluções de distribuição CTT. As empresas não necessitam de conhecimentos técnicos de desenvolvimento de sites, sendo tudo efetuado através de uma interface web intuitiva e amigável. Dispõe de uma linha de apoio técnico por chat, email ou telefone para esclarecimento das dúvidas e suporte no processo de criação da loja.

Esta oferta pode ser complementada com os sistemas de expedição dos CTT, com as Soluções de Logística e a oferta de Pagamentos, permitindo às PME ter um único parceiro no seu negócio digital. A simplicidade da solução, com um único parceiro em toda a cadeia, da criação da loja, aos pagamentos, distribuição e devoluções, permite às PME o foco no seu negócio e na segurança e bem-estar dos seus colaboradores.

Os CTT estão conscientes do papel crítico que desempenham na manutenção de cadeias de comunicação e logística vitais para a economia e a sociedade portuguesa, papel reforçado no atual contexto, apoiando também as empresas na presença nos canais digitais através das suas soluções e serviços.

No âmbito desta parceria com o Governo para apoio ao desenvolvimento da presença no comércio eletrónico das PME, os CTT criaram também condições para que as PME possam aceder ao marketplace Dott, criado em parceria com a Sonae, com benefícios especiais. Assim, não serão cobradas comissões às novas empresas que adiram ao serviço até 30 de abril.

Medidas dos CTT para diminuir contágio por CoViD-19

Os CTT estão a aplicar medidas na rede de retalho e em todo o processo de tratamento e entrega de correio e encomendas. Tendo em vista a segurança dos Clientes e dos cerca de cinco mil carteiros dos CTT, a assinatura nos terminais dos carteiros durante o processo de entrega de produtos de Correio, Expresso e Carga foi suspenso. Esta medida está a ser aplicada a todos os serviços exceto nas citações ou notificações via postal e nos serviços “Entrega ao Próprio”, estando ainda em análise cenários de ajustamento da atividade tendo em conta a eventual ausência de colaboradores que pertencem a grupos de risco de saúde. Para mais detalhes podes consultar em CTT Express lança o seu Plano de Entrega e Recolha «Zero Contacto»

Mantenha-se informado das notícias mais relevantes em nosso canal Telegram