Zapatop.com, a loja online de Calçado e Acessórios lowcost com envios em 24h em Espanha, lançou o seu novo website em Prestashop no passado mês de agosto e publicou neste mês de fevereiro a sua nova APP com promoções especiais.

Vindo da passagem de Off para ON, foi fundada em 1978 com 2 lojas físicas em Móstoles e Fuenlabrada, e não foi até 2012 que lançou a sua versão online, www.zapatop.com .

As vendas online aumentaram 100% nos primeiros 3 anos, e apenas 10% nos dois anos seguintes, daí a necessidade de mudança. Atualmente, a faturação online representa 70% do total de vendas.

Os marketplaces com os quais trabalham tiveram muito do sucesso nesta dita evolução, especialmente a Amazon, que hoje acarreta mais de 50% das vendas totais da empresa. O Ecommerce News falou com Lorenzo López, co-proprietário da Zapatop.

Ecommerce News (EcN): Recomendarias vender na Amazon?

Lorenzo López (LL): Vindo de uma pequena empresa familiar, não muito adaptável às mudanças, não tem sido fácil lidar com as exigências da Amazon, mas se as margens de lucro o permitem e se tem o produto certo, é uma grande vitrine para impulsionar as vendas e testar o mercado internacional. Tem-nos ajudado a ser melhores, porque para ser um provedor da Amazon, é essencial prestar esse serviço de excelência tão essencial no ecommerce. No entanto, há dias em que pensamos que são os melhores e dias em que somos desencorajados pela elevada comissão e pelas suas exigências. No final, o balanço acaba por ser positivo, mas aprendemos que é um gigante pelo que não te podes deixar levar. A obrigação é cuidar bem da tua própria casa e, no nosso caso, é www.zapatop.com

EcN: Qual o grande desafio que destacariam no salto de Off para On?

LL: Da nossa parte, tivemos muita sorte em ter uma boa equipa e não precisamos de nenhum grande investimento além do trabalho. Antes do lançamento, sabíamos que não podíamos ficar parados, colocámos um lençol branco preso à parede com pinos e tiramos fotos de todos os nossos itens. Só passaram 6 anos.

EcN: Aquele lençol foi a chave…

LL: Hoje achamos que não funcionaria, mas foi assim que conseguimos no início, com as exigências do mercado de então, aos 3 anos tivemos que adaptar e comprar um bom estúdio de fotografia profissional. As mudanças e a adaptação às mesmas no ecommerce têm sido constantes. O método de teste e erro tem sido o nosso melhor método de aprendizagem, mas temos a certeza de que qualquer pessoa que queira lançar um Ecommerce, se quiser, pode.

EcN: Mobile commerce. O dispositivo móvel é fundamental no cenário atual. Qual a percentagem de vendas que vem deste dispositivo?

LL: 62% do tráfego e 51% das vendas são Mobile. Temos a certeza de que com a nova aplicação esta percentagem irá aumentar.

EcN: A omnicanalidade, e fazer de cada canal um ponto de contato e experiência com o cliente é a nova tendência. Como trabalham a omnicanalidade no seu negócio?

LL: Temos 2 lojas físicas em Móstoles e Fuenlabrada. É fundamental saber que estamos sempre disponíveis, mais no sector do calçado pela variação de tamanhos ao ser uma empresa multimarca, mas compensamos ao estar sempre disponíveis por telefone entrando diretamente em contato com um especialista ou por e-mail garantindo a resposta em menos de 12 horas. Em qualquer caso, valorizamos estar noutras províncias de Espanha a médio prazo dada a importância da Omnicanalidade.

EcN: Quais as estratégias de marketing que executam e quais funcionam melhor?

LL: Nós não gastamos em Publicidade, o nosso único aliado até agora tem sido o SEO orgânico e o «boca a boca». 98% das mais de 3000 classificações (incluindo marketplaces e Web) são positivas. Devemos tudo aos nossos clientes e eles são a nossa prioridade. Mesmo assim, temos perfis abertos em todas as redes sociais mais importantes, mas não é gerido por um especialista. Temos muito espaço para melhorias aqui.

EcN: O que aprenderam ou melhor, onde falharam?

LL: Há muitas lições a serem retiradas com os erros cometidos. Por exemplo, um grande erro tem sido querer fazer tudo por nós a nível técnico de marketing e TI. Este ano tivemos os serviços da Waadby para automatizar as vendas e gerir o stock da Amazon, ou o lançamento da nossa nova APP através da Reskyt. Recomendamos a leitura de Ecommerce News para se manter atualizado das últimas notícias do Ecommerce.

EcN: Quais serão os próximos passos da empresa?

LL: Queremos seguir o caminho do calçado feito apenas em Espanha. A nossa quota de armazém está a crescer ano após ano neste aspeto. É o que mais gostamos e o que os nossos clientes exigem pouco a pouco. Oferecer um bom serviço e fazer a nossa equipa feliz é o mais importante para nós.

 

 

 

Mantenha-se informado das notícias mais relevantes em nosso canal Telegram