Europa ou América? É aqui que são processados mais dados

Os dados são um recurso estratégico fundamental. É o caso de diferentes países que competem para ver quem tem o maior poder estratégico no uso da informação. 

Atualmente, a Europa está posicionada como líder na geração de dados corporativos. Isso é indicado pelo relatório ‘Data Gravity Index DGxTM’, apresentado pela Digital Realty. O relatório adverte que a Europa cria mais dados no nível corporativo do que a América do Norte

Para além disso, o estudo avalia que a região europeia se situa numa posição de destaque para capitalizar este crescimento. Em termos das regiões europeias que se destacam na geração de dados deste tipo, Londres é atualmente o centro de dados empresariais mais forte do mundo. Recebe uma classificação de data gravity de 167,05 no relatório, à frente de Nova Iorque (79,61) e Tóquio (80,32), em grande parte devido ao seu sector de serviços financeiros altamente conectado. A classificação média de data gravity para todas as cidades é de 22,64 e 48,45 na Europa.

Dificuldades de fluxo de dados

Os países europeus também se destacam no fluxo de dados que são capazes de processar. De acordo com o Data Gravity Index da DGxTM, a Europa é o lar de vários dos pares de cidades mais interligados do mundo, sem dúvida devido a regulamentos que facilitam a realização de negócios uns com os outros.

Estes clusters incluem Londres e Amsterdão, Paris e Londres, Frankfurt e Paris, Londres e Frankfurt, bem como Dublin e Londres, mas a gestão de quantidades tão vastas de informação levanta também a questão de quão difícil é gerir o enorme volume de informação. Os dados corporativos e a atracção que cria podem criar dificuldades para organizações para além do departamento de IT. Estes incluem a incapacidade de processar dados empresariais de forma eficaz; a necessidade de maior investimento de capital na recolha, gestão e processamento de dados; desafios organizacionais ao lidar com questões regulamentares e de conformidade; e questões de segurança, uma vez que o enorme volume de dados proporciona aos hackers mais pontos de acesso.

QUER RECEBER NOSSA NEWSLETTER

INSCREVA-SE
Os campos marcados com * são de preenchimento obrigatório
Email: *
Língua: English (English) Português (Portugese) Español (Spanish) *
Nome: *
Empresa: *
Cargo:
Sector:
Aceito receber a newsletter e as comunicações da Ecommerce News de acordo com a Política de Privacidade:
Aceito receber comunicações comerciais:
GDPR logdate ok:
Please don't insert text in the box below!

Deixe um comentário

Tu dirección de Email no será publicada.

PODE GOSTAR

POSTS MAIS RECENTES

Pode interessar-lhe

JUNTA-SE A NÓS?

POSTS MAIS COMENTADOS

Ir arriba