Um em cada quatro euros que entra no Facebook é através do Instagram. A rede social fotográfica já cobre 25% da receita do Facebook, gerando mais de 18 mil milhões de euros (20 mil milhões de dólares) em receitas publicitárias até 2019.

Se compararmos as receitas publicitárias desta app com o Facebook, os resultados são semelhantes: ganhou 19 mil milhões de euros (21 mil milhões de dólares) em 2019.

Deve-se notar que, ao contrário de outras redes sociais, como o YouTube, o app Zuckerberg não partilha a sua receita publicitária com os criadores de conteúdo.

O Facebook, como empresa-mãe, reportou uma receita de 640 mil milhões de euros. Destes, a grande maioria vem do setor publicitário; e destes, 25% são apenas o resultado do marketing que a Instagram acolhe no seu alimentação.

Mas a empresa de Zuckerberg não dividiu as receitas da Instagram separadamente, nem especificou como as margens de lucro da Instagram se comparam com as da aplicação principal do Facebook.

A popularidade do Instagram continua a aumentar, e é por isso que se espera que alcance todas as suas previsões para 2021 no final deste ano. Entre outros números, até 2021 (agora 2020) a aplicação deverá ter uma receita de vendas de apenas 10 mil milhões e um valor teórico de mais de 100 mil milhões de dólares (90,7 mil milhões).

Mantenha-se informado das notícias mais relevantes em nosso canal Telegram