JD Logistics poderia angariar até 3,4 mil milhões de dólares na oferta pública inicial de Hong Kong

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

A filial logística da JD.com está no vermelho há 14 anos e prepara-se agora para se tornar pública. A empresa começou a desenvolver a sua própria rede logística em 2007 como estratégia de luta contra o seu maior concorrente, Alibaba.

A oferta pública que está a ser preparada em Hong Kong terá um preço de participação inicial entre 39,36 dólares de Hong Kong e 43,36 dólares de Hong Kong. Isso pode permitir que acabe por arrecadar até 3,4 biliões de dólares, conforme anunciou no seu último comunicado.

O modelo de negócio da JD Logistics é muito semelhante ao da Amazon, uma vez que também construíram centros de armazenamento e têm o seu próprio pessoal. Ao contrário de Alibaba, que tem uma rede de parceiros externos que gerem a sua logística. Até 2020, a JD Logistics conseguiu ter mais de 246.800 empregados a trabalhar em operações de entrega e armazenamento.

Uma das chaves que tem permitido à empresa continuar a sobreviver durante tantos anos tem sido a externalização dos seus serviços. Em 2017, a JD deu o pontapé de saída às suas unidades e foi quando a sua logística se tornou JD Logistics (embora a maior parte do seu financiamento ainda venha da JD.com), para obterem mais rentabilidade do seu negócio decidiram disponibilizar a sua tecnologia a outras empresas, por exemplo, à Skechers. A percentagem das suas receitas provenientes de clientes externos em 2020 foi de 43,4%.

A força da JD Logistics é a sua entrega no mesmo dia ou no dia seguinte, algo que consegue graças aos inúmeros armazéns que tem perto dos consumidores finais. 90% do total das encomendas processadas em 2020 chegaram no mesmo dia ou no dia seguinte em que foram encomendadas. Conseguiram oferecer estas entregas depois de se associarem ao Dada, um serviço chinês de última milha, e formar a «JD Arrives Home»; uma empresa que é responsável pelas entregas do Walmart na China.

QUER RECEBER NOSSA NEWSLETTER

INSCREVA-SE
Os campos marcados com * são de preenchimento obrigatório
Email: *
Língua: English (English) Português (Portugese) Español (Spanish) *
Nome: *
Empresa: *
Cargo:
Sector:
Aceito receber a newsletter e as comunicações da Ecommerce News de acordo com a Política de Privacidade:
Aceito receber comunicações comerciais:
GDPR logdate ok:
Please don't insert text in the box below!
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Deixe um comentário

Tu dirección de Email no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

PODE GOSTAR

POSTS MAIS RECENTES

Pode interessar-lhe

JUNTA-SE A NÓS?

POSTS MAIS COMENTADOS

Ir arriba