Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

A partir de 26 de novembro de 2021, a marca Lush vai abandonar o Instagram, Facebook, TikTok e Snapchat globalmente até que estas plataformas tomem medidas para fornecer um espaço seguro para os utilizadores.

Da mesma forma que as evidências sobre as mudanças climáticas foram ignoradas e menosprezadas por décadas, as preocupações sobre os terríveis efeitos das redes sociais dificilmente são reconhecidas. Lush, conhecida por ser mais uma definidora de tendências do que uma seguidora de tendências, decidiu abordar estas graves questões e começar por mudar as suas próprias práticas em vez de esperar que outros se apercebam de que existe um problema real.

Declaração da empresa

Já todos passamos por isso. Como muitas outras pessoas, tentámos deixar as redes sociais, mas fomos ultrapassados pelo medo de falhar, de sermos deixados para trás, e voltamos. Apesar das nossas melhores intenções, há algo que nos faz voltar compulsivamente.

Portanto, aqui estamos nós novamente, a tentar desistir de tudo de uma só vez. Desta vez, a nossa decisão tem muito a ver com a informação que recentemente veio à luz sobre os danos a que os atuais algoritmos expõem os mais jovens, bem como com a falta de regulamentação legal destas plataformas.

«Como inventor das bombas de banho, dedico todos os meus esforços para criar produtos que nos ajudem a desligar, a encontrar relaxamento e a cuidar do nosso bem-estar. Em contraste, as redes sociais estão agora concebidas para manter as pessoas viciadas o máximo de tempo possível, com algoritmos criados para evitar que se desliguem e relaxem, pelo que é o oposto de uma bomba de banho e de todos os nossos produtos em geral», disse Jack Constantine, CDO e inventor de produtos.

Algumas redes sociais estão a começar a tornar-se lugares escuros e perigosos, becos sem saída onde nunca pediríamos a uma pessoa para se encontrar com a Lush na vida real. Alguma coisa tem de mudar. Esperamos que as plataformas introduzam melhores práticas e políticas sólidas, esperamos também que os regulamentos internacionais se tornem lei. Mas já não podemos esperar mais. Sentimos a obrigação de tomar as nossas próprias medidas para proteger as pessoas dos danos e manipulações que possam sofrer quando tentam ligar-se à Lush nos meios de comunicação social.

A partir de 26 de novembro de 2021, deixaremos de utilizar o Facebook, Instagram, Snapchat, Whatsapp e TikTok até que estas plataformas possam ser um ambiente mais seguro para aqueles que as utilizam.

Passei toda a minha vida a evitar colocar ingredientes nocivos nas nossas fórmulas de produtos. Agora há provas irrefutáveis de que estamos em risco ao utilizar as redes sociais. Não estou disposto a expor as pessoas da comunidade Lush a este mal, por isso tenho de tomar medidas.

Mark Constantine OBE, co-fundador, CEO e inventor de produtos.

Lush promete de não ser completamente anti-social. Faremos o nosso melhor para encontrar novas formas de ligação com as pessoas, para construir melhores canais de comunicação, bem como para utilizar os que consideramos seguros. Por enquanto, ainda podemos ser encontrados no Twitter e YouTube, onde não é necessário gostar, subscrever ou receber notificações, as pessoas podem observar-nos sempre que quiserem.

Embora tenhamos sempre muito a dizer, gostamos de o dizer em segurança, com a ferramenta de comunicação certa.

Esta não é a primeira vez que sai das redes

Em 2019, a Lush UK deixou de publicar no Instagram e Facebook devido à crescente preocupação com o controlo que estas grandes plataformas tinham sobre o número de pessoas que observam o que publicamos e como interagem. Esta interação é controlada apenas para obter lucro para si próprios, e estávamos preocupados com a ideia de que uma das principais vias de comunicação com os nossos clientes poderia ser regulada por terceiros.

Com a chegada inesperada de uma pandemia global sem precedentes em 2020 e o confinamento geral, as pessoas confiaram fortemente na Internet para os manter em funcionamento. Por essa razão, decidimos trazer de volta uma utilização limitada dos canais que tínhamos suspendido, para oferecer aos nossos clientes o único serviço possível que tínhamos.

A 15 de setembro de 2020, durante o confinamento, a Lush também se associou à IAMWHOLE e à Zoe Sugg no Dia da Desintoxicação Digital, para encorajar as pessoas a afastarem-se dos seus dispositivos durante um dia inteiro e a concentrarem-se na saúde mental. A campanha foi um enorme sucesso, com a participação de milhares de pessoas em todo o mundo. No entanto, comentários à IAW de adolescentes que tentam desintoxicar a tecnologia destacaram como era difícil. A ansiedade e a FOMO contribuíram para que muitos não conseguissem ficar offline por mais de algumas horas.

Finalmente, em 2021, chegaram os Facebook Papers onde numerosos casos de antigos funcionários do Facebook expuseram documentos de pesquisa interna provando que o Facebook sabe dos danos reais que estão a ser causados na sua plataforma, mas opta por não agir.

QUER RECEBER NOSSA NEWSLETTER

INSCREVA-SE
Os campos marcados com * são de preenchimento obrigatório
Email: *
Língua: English (English) Português (Portugese) Español (Spanish) *
Nome: *
Empresa: *
Cargo:
Sector:
Aceito receber a newsletter e as comunicações da Ecommerce News de acordo com a Política de Privacidade:
Aceito receber comunicações comerciais:
GDPR logdate ok:
Please don't insert text in the box below!
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Deixe um comentário

Tu dirección de Email no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

PODE GOSTAR

POSTS MAIS RECENTES

Pode interessar-lhe

JUNTA-SE A NÓS?

POSTS MAIS COMENTADOS

Ir arriba