Black Friday «não faz sentido» para 75% dos consumidores

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Com a aproximação de mais uma Black Friday, o Portal da Queixa refletiu sobre o impacto e o interesse que este evento tem nos consumidores portugueses.

O estudo realizado revela que, para 75% dos consumidores, o fenómeno não faz sentido considerando as várias promoções existentes ao longo do ano. Em 2020, apenas 30% dos portugueses fez compras na Black Friday.

De acordo com o inquérito “Estudo Black Friday 2021”, quando questionados se têm por hábito esperar pelas promoções de Black Friday para realizar algumas das suas compras, 50,80% dos consumidores respondeu que ‘sim’ e 49,20% respondeu que ‘não’.

À pergunta “Em 2020 realizou compras no âmbito das promoções de Black Friday?”, apenas 30,40% respondeu que ‘sim’, e 69,60% respondeu que ‘não’.

Categorias que registaram o maior volume de compras na BF 2020 (segundo a amostra inquirida):

  1. Tecnologia (telemóveis, computadores, televisões) com 58,60%;
  2. Moda (roupa e acessórios) com 51,60%;
  3. Livros/Música/Papelaria com 23%;
  4. Beleza e Cuidados Pessoais, com 15,60%;
  5. Produtos Infantis (11,70%);
  6. Alimentação e Bebidas (8,60%);
  7. Cuidados Animais e “Outros” em ex aequo (6,60%) ;
  8. Mobília e Decoração (5,50%);
  9. Viagens (4,70%);
  10. Bilhetes para eventos (1,20%).

Sobre a forma como as compras foram realizadas, os inquiridos responderam: Loja Física (37,90%); Loja Online (46,10%) e em ambas (16%).

Já no que se refere ao investimento:

  • 28,10% disse ter gasto entre 0€ – 100€;
  • 35,50% gastou entre 101€ – 250€;
  • 19,90% admitiu ter gastado entre 251€ – 500€;
  • 6,60% dos inquiridos fizerem compras entre os valores 501€ – 750€;
  • 9,80% dos consumidores revelou ter feito compra acima dos 750€.

E se os consumidores aproveitam a ocasião para fazer as compras de Natal, o estudo evidenciou que não, com 66,10% das pessoas a responder que não considera a Black Friday uma oportunidade para fazer compras de Natal. Apenas 33,90% respondeu que “sim”.

De acordo com os resultados do estudo realizado, interpretámos que o fenómeno Black Friday reduziu o seu impacto e interesse junto dos consumidores, consequência direta de todos os momentos de promoções que acontecem ao longo do ano. Aliás, os dados relativos às compras no último ano, dão-nos ainda outra perspetiva: apesar da rápida adaptação às compras online – fruto dos condicionamentos vividos nos últimos tempos -, este não foi, de todo, o momento para comprar. Verificámos também que, ao contrário do que muitas vezes ouvimos, para o consumidor, esta não é vista como uma oportunidade para antecipar as suas compras de Natal.

Sónia Lage Lourenço, CEO & Founder do Portal da Queixa by Consumers Trust.

QUER RECEBER NOSSA NEWSLETTER

INSCREVA-SE
Os campos marcados com * são de preenchimento obrigatório
Email: *
Língua: English (English) Português (Portugese) Español (Spanish) *
Nome: *
Empresa: *
Cargo:
Sector:
Aceito receber a newsletter e as comunicações da Ecommerce News de acordo com a Política de Privacidade:
Aceito receber comunicações comerciais:
GDPR logdate ok:
Please don't insert text in the box below!
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Deixe um comentário

Tu dirección de Email no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

PODE GOSTAR

POSTS MAIS RECENTES

Pode interessar-lhe

JUNTA-SE A NÓS?

POSTS MAIS COMENTADOS

Ir arriba