A Netflix deu um grande salto este ano. Já se trata dum fenómeno que modificou os hábitos dos consumidores e até criaram a expressão ‘Netflix & Chill’ como uma oferta mais de lazer. A plataforma actualizou recentemente os seus dados de subscrição mundial e publicou o número total de seguidores que acumulou em todas as partes do globo.

Internacionalmente, tem 90 milhões de assinantes, embora este número exclua os mercados dos Estados Unidos (onde está baseado) e Canadá, onde chegou a 22 de Setembro de 2010. Entre os dois países, tem cerca de 67,1 milhões de assinantes.


Em outras palavras, se somares o número total de subscritores, há um total de 158 milhões em todo o mundo, o que o torna o melhor no seu setor.

Os concorrentes diretos da Netflix são a Disney e a Apple, que lançaram os seus próprios serviços de video-on-demand no passado novembro. Esta subscrição pode ser comprada por menos de 5€ por mês, em comparação com os 7,99€  que vale a tarifa mínima da Netflix. No entanto, segundo a Business Insider, entre suas ‘melhorias’ está a expansão do catálogo, um pouco mais limitado que a plataforma que popularizou séries como Strangers Things ou La Casa de Papel.

A Disney + não tem data prevista de entrada em Portugal mas os responsáveis da Disney asseguram que chegará a Espanha, França, Itália, Alemanha e Reino Unido a 31 de março de 2020. O seu preço ainda não é conhecido, embora tudo indique que não será equivalente aos 6,99 dólares que custa nos Estados Unidos.

Mantenha-se informado das notícias mais relevantes em nosso canal Telegram