O volume de pagamentos móveis nos Estados Unidos vai chegar aos 104,9 mil milhões de euros (112 mil milhões de dólares) em 2016 e vai crescer 20% ano-a-ano até atingir 264,1 mil milhões de euros (282 mil milhões de dólares) em 2021, de acordo com o Mobile Commerce Daily baseado em dados de um relatório recente da Forrester.

O relatório analisou o volume de pagamentos móveis realizados nos Estados Unidos e de onde vêm, analisando as causas e o potencial futuro da indústria. Segundo Brendan Miller, analista da Forrester e principal autor do relatório, o caminho a seguir não é transformar momentos mobile em momentos de pagamento mobile, mas integrar o pagamento no momento mobile.

Desde que os pagamentos móveis se tornaram um dos protagonistas do contexto económico, as previsões sobre o seu uso foram sempre duvidosas, sendo que muitos especialistas não afirmaram com certeza se essas soluções iriam revolucionar o mercado ou se eram apenas modas passageiras. Apesar de muitos argumentarem que não se propagou tão amplamente como se esperava, este novo relatório da Forrester aponta para um futuro promissor, estimando que, até 2021, os pagamentos móveis triplicarão.

O autor do relatório atribui esse crescimento a um aumento na integração dos pagamentos móveis e ao crescimento das associações de comerciantes com aplicações de pagamento de terceiros, como o PayPal e o Samsung Pay. «Combinando velocidade e facilidade de uso, o NFC está a caminho de se tornar uma tecnologia de pagamento móvel líder nas lojas nos próximos anos. 50% dos retalhistas empresariais inquiridos já implementaram o NFC e um plano adicional de 22 % para implementá-lo em 2017«, disse Miller. «No entanto, a implementação e a presença de dispositivos não se traduzem automaticamente no uso e adoção pelo consumidor«, acrescentou ele.

O que é importante lembrar ao conceber ou integrar um sistema de pagamento móvel é que os consumidores agora podem fazer compras com facilidade suficiente utilizando um cartão de débito ou de crédito normal. Fazer pagamentos através de um smartphone não é, em si mesmo, mais fácil do que fazer o mesmo com uma carteira. É por isso que é importante que os comerciantes ofereçam ao cliente algo nos seus pagamentos mobile que eles não conseguem obter com o uso de padrões de compras tradicionais. 

Mantenha-se informado das notícias mais relevantes em nosso canal Telegram