Percentagem de vítimas de esquemas de compras online que perderam dinheiro desceu para 74%

O número de clientes que sofreram perdas devido a esquemas online cresceu no início do Covid-19. Contudo, de acordo com uma apresentação de dados do Banklesstimes.com, a percentagem de vítimas de esquemas de compras online que perderam dinheiro desceu para 74%, contra 78% em 2020.

Comentando os dados, Jonathan Merry, do Banklesstimes.com, disse: «O número de vítimas está a diminuir, e a restauração da normalidade após o Covid-19 pode ser um fator». Ele foi mais longe ao sugerir que os retalhistas também podem estar a aumentar a sua vigilância, «Os retalhistas também são cautelosos, tornando assim difícil para os autores das fraudes conseguirem os seus golpes».

Cerca de três quartos dos comerciantes online a nível mundial relataram um aumento líquido nas tentativas de fraude desde 2019. Depois, a indústria sofreu uma onda de violações de segurança, perdendo cerca de 20 mil milhões de dólares para pagamentos fraudulentos online.

Consequentemente, deu origem ao mercado para a detecção e prevenção da fraude no comércio online. O BanklessTimes espera que o mercado se aproxime dos 70 mil milhões de dólares até 2025.

Devido à presença de autores de fraudes online, o desejo dos retalhistas online de gerir estes ataques nunca foi tão grande. Até agora, mais de 90% das entidades online acreditam que devem trabalhar na fraude do comércio eletrónico para terem sucesso.

QUER RECEBER NOSSA NEWSLETTER

INSCREVA-SE
Os campos marcados com * são de preenchimento obrigatório
Email: *
Língua: English (English) Português (Portugese) Español (Spanish) *
Nome: *
Empresa: *
Cargo:
Sector:
Aceito receber a newsletter e as comunicações da Ecommerce News de acordo com a Política de Privacidade:
Aceito receber comunicações comerciais:
GDPR logdate ok:
Please don't insert text in the box below!

Deixe um comentário

Tu dirección de Email no será publicada.

PODE GOSTAR

POSTS MAIS RECENTES

Pode interessar-lhe

JUNTA-SE A NÓS?

POSTS MAIS COMENTADOS

Ir arriba