Com o avanço da web, tem se tornado cada vez mais fácil a recolha e análise de dados sensíveis dos consumidores. Os dados podem ser recolhidos, tanto através de cookies, como formulários online, e contêm informação importante sobre como melhorar a experiência do cliente e desenvolver estratégias de marketing e vendas mais inteligentes.

No entanto, a recolha e utilização dos dados pode ser um ‘bico de duas pontas’, visto que quando os clientes partilham os seus dados pessoais com as empresas, estão também atribuir-lhe a responsabilidade, caso os mesmos sejam mal processados.


Como é que se garante o correto processamento dos dados?

O primeiro passo e o mais importante é reconhecer a segurança como uma preocupação do marketing e não só do departamento de TI.

Segurança aos ‘olhos’ do marketing

É no marketing, onde ocorre a maior parte da recolha de dados, pelo que faz todo o sentido garantirmos a segurança, de forma a proteger a informação sensível. A falta de segurança permite a agentes criminosos o acesso a informação que podem ser utilizados para roubar a identidade, falsificar, entre outros.

Para se proteger a si e aos outros é importante levar a segurança a sério e como tal, deve reexaminar o que faz com a informação, desde os dados que recolhe nos formulários de registo, até às questões sistémicas como práticas de segurança e responsabilidade.

A segurança como parte integrante do ADN de marketing

Mudar a abordagem de segurança dos dados, não é tarefa fácil, mas felizmente existem algumas medidas que o podem ajudar a alcançar uma melhor segurança e uma melhor experiência do cliente:

Mantenha-se informado das notícias mais relevantes em nosso canal Telegram