O aparecimento de blogs e especialmente de redes sociais tem causado uma mudança radical no cenário do marketing. Começaram a surgir autênticos especialistas em temas como moda, gastronomia, videogames, etc. Estamos a falar da chegada de bloggers, instagrammers e youtubers.

Mas como identificamos um verdadeiro influencer? Gema Diego, chefe do departamento de Inbound Marketing da Súmate Marketing Online, ressalta: «Influencer é a pessoa que, pelo seu conhecimento, posição ou popularidade, tem a capacidade de influenciar as ações e decisões de outros indivíduos”.

Súmate Marketing Online, uma empresa de consultoria internacional e agência de marketing online, analisa os elementos a ter em conta ao incorporar um influencer a uma estratégia de marketing digital:

  1. Identificar a pessoa certa: este influencer deve ter valores, tom e estilo semelhantes aos da marca. Além disso, o grau de envolvimento que a pessoa escolhida terá com a marca deve ser avaliado.
  2. Volume da comunidade: é necessário estudar o número de seguidores, não é determinante, mas devemos tê-lo em conta.
  3. Envolvimento: número médio de gostos e comentários tratados.
  4. Tipo de conteúdo: o conteúdo que publica deve adaptar-se à estratégia que queremos realizar e ao formato de apresentação: vídeo, post, videoblog.
  5. Marcas com as quais trabalha: deve realizar-se uma pesquisa prévia sobre o tipo de marcas para as quais fez colaborações e analisar, tanto quanto possível, os resultados obtidos.

De acordo com a Súmate Marketing Online, as vantagens de incluir influenciadores numa estratégia de marketing online incluem:

  1. Ajudam a melhorar a visibilidade, o posicionamento e a reputação da marca.
  2. Favorecem um maior alcance graças ao grande número de seguidores leais que têm.
  3. Humanizam a marca, pois está associada a uma pessoa em quem confiam e com quem têm uma certa afinidade.

Ao implementar uma estratégia de marketing digital com influencers, tão importante quanto fazer uma boa seleção é «ter em mente que os utilizadores não são facilmente enganados». Por isso temos de nos concentrar em criar um conteúdo interessante, verdadeiro e capaz de seduzir o público para não transmitir a ideia de má publicidade», acrescenta Lidia Gomez, executiva de Marketing e Comunicação da Súmate.

Deve-se notar que um relatório da Global Trust in Advertising da Nielsen afirma que «66% dos consumidores dizem que confiam na opinião online de outros consumidores quase tanto quanto na sua família e amigos”.

Mantenha-se informado das notícias mais relevantes em nosso canal Telegram