Sustentabilidade acrescenta valor ao setor de consumo e retalho

The Overview Effect, a empresa Minsait acaba de apresentar o relatório Change Perspectives, no qual analisa os desafios enfrentados pelo setor de consumo e retalho em termos de sustentabilidade nas esferas social e ambiental.

Os desafios que, como explica o CEO Nacho Rivera, “são também grandes oportunidades para a transformação rumo a um sistema alimentar que reduz os danos ambientais, promove a regeneração dos ecossistemas e oferece aos consumidores produtos seguros e saudáveis que garantem o seu bem-estar”.

Dos desafios identificados no documento destacam-se os 26% de emissões provenientes dos alimentos que produzimos e consumimos, 30% de emissões geradas por alterações no uso do solo e 8,4% de mortes causadas pela obesidade em todo o mundo.

“Oferecer produtos mais sustentáveis e mais saudáveis nas prateleiras”

Desafios que provocam mudanças nos hábitos de consumo e levam as empresas do setor a “oferecer produtos mais sustentáveis e mais saudáveis nas prateleiras”, de acordo com The Overview Effect, sendo necessário evoluir não só nestes artigos, mas também na experiência de compra na loja.

Para a filial da Minsait é importante passar de uma visão marcada pela gestão de risco e conformidade regulamentar para uma visão que transforme o modelo empresarial, entendendo a sustentabilidade como outro elemento gerador de valor para as marcas.

Em Portugal, o avanço para uma economia mais circular é um desafio multidisciplinar que implica um conjunto de estratégias públicas e privadas que prevejam respostas plenamente alinhadas com os objetivos a que Portugal se propôs no âmbito do Acordo de Paris e dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) 2030 das Nações Unidas.

Consumo responsável em dez passos

The Overview Effect identifica no seu relatório dez passos para que o setor de consumo e retalho avance para um modelo económico mais sustentável:

  • Coesão territorial e empoderamento do setor primário.
  • Produção sustentável e regenerativa.
  • Alimentação segura e saudável.
  • Emprego e cadeia de valores éticos.
  • Economia circular e desperdício alimentar.
  • Rastreabilidade.
  • Consciencialização dos consumidores.
  • Descarbonização.
  • Pesca sustentável e proteção dos ecossistemas marinhos.
  • Biodiversidade e regeneração dos ecossistemas.

Alinhadas com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) e para além de servir como marco global de atuação comum, estas diretrizes, segundo Nacho Rivera, “devem proporcionar às empresas a oportunidade de gerar valor nelas mesmas, identificando áreas de inovação muito específicas onde possam gerar soluções para desafios globais através dos seus modelos de negócio”.

QUER RECEBER NOSSA NEWSLETTER

INSCREVA-SE
Os campos marcados com * são de preenchimento obrigatório
Email: *
Língua: English (English) Português (Portugese) Español (Spanish) *
Nome: *
Empresa: *
Cargo:
Sector:
Aceito receber a newsletter e as comunicações da Ecommerce News de acordo com a Política de Privacidade:
Aceito receber comunicações comerciais:
GDPR logdate ok:
Please don't insert text in the box below!

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PODE GOSTAR

POSTS MAIS RECENTES

Pode interessar-lhe

JUNTA-SE A NÓS?

POSTS MAIS COMENTADOS

Scroll to Top