25% dos portugueses já comprou roupa sem género, geração Z é a mais recetiva

A Klarna, serviço de banca de retalho, pagamentos e compras a nível global, revelou os resultados de um estudo feito em parceria com a plataforma de pesquisas de mercado Dynata que tem como objetivo analisar as tendências de moda preferidas dos portugueses e o que as influencia.

O estudo indica que 1 em cada 4 portugueses já comprou um artigo de moda fora da sua identidade de género, com a Geração Z a mostrar-se mais recetiva à ideia da moda sem género.

Apenas 8% dos Baby Boomers inquiridos (com idades compreendidas entre 57 e 75 anos) revelaram já ter adquirido uma peça de roupa fora da sua identidade de género. No geral, 25% dos portugueses refere já ter comprado pelo menos uma peça de roupa sem género.

No entanto, 8 em cada 10 entrevistados portugueses afirma ponderar a compra de roupas sem género no futuro, com o conforto (57%) a ser uma das principais razões pelas quais os consumidores estão a escolher peças alheias à sua identidade de género.

Uma questão de personalidade

Neste relatório, a personalidade aparece como o principal objetivo de expressão através da moda para os consumidores de todos os países inquiridos.  No entanto, para 42% dos portugueses, a funcionalidade é a característica mais procurada numa peça de roupa.

As semanas da moda que determinam o que vestir na próxima estação

As reconhecidas Fashion Weeks traduzem-se num poderoso veículo para que as marcas estabeleçam as tendências da estação, com um olhar atento aos desfiles e conteúdos produzidos e divulgados pelos criadores.

No entanto, entre os portugueses inquiridos, apenas 43% afirma conhecer as Fashion Weeks e procurar acompanhar as fotos e vídeos dos desfiles. Paralelamente, a Fashion Week de Paris é a mais popular entre os consumidores portugueses que se interessam pelo tema, seguindo-se a de Milão e a de Londres.

Com a atual proeminência das redes sociais, é mais fácil estar atento e acompanhar estes eventos, com os consumidores a encontrarem também inspiração nas redes sociais de marcas, celebridades, estilistas e influenciadores. 

Quando questionados sobre quais as redes sociais mais usadas para se envolverem com as Fashion Weeks, 71% dos portugueses aponta o Instagram, seguindo-se o Youtube (62%) e o Facebook (55%). As contas de celebridades e influenciadores (70%) são as mais seguidas pelos portugueses para o acompanhamento destes eventos.

Os sapatos são o tipo de artigo mais comprado, em média, após serem vistos nas passarelas das Fashion Weeks, revela também o estudo da Klarna, seguindo-se os vestidos (47%) e casacos (42%).

A influência do digital e o caminho para o metaverso

A primeira Fashion Week do metaverso foi lançada este ano com muitas marcas a optarem pela apresentação virtual das suas coleções. Em Portugal, 8 em cada 10 inquiridos acredita que as Fashion Weeks deveriam tornar-se virtuais/digitais. Além disso, para as marcas e indústria da moda, o metaverso representa um vasto potencial e novas oportunidades de interagir com a Geração Z e compradores adeptos da tecnologia.

Em Portugal, apenas 25% dos consumidores inquiridos revela não estar a par do metaverso, com os millennials a serem os que melhor conhecem, seguidos da Geração Z.  Trazendo novas possibilidades para os consumidores, o estudo revela também que 41% dos consumidores portugueses que conhecem o metaverso consideram inspirador que algumas marcas de moda optem por usar avatares como seus embaixadores; 37% considera ainda o conceito do metaverso como algo futurista.

A mudança para o digital é real, com 8 em cada 10 inquiridos que já conhecem o metaverso a manifestar interesse em comprar artigos de moda neste ambiente virtual. O inquérito revela também um número crescente de consumidores disponível para experimentar roupas virtualmente, com apenas 8% dos inquiridos a não manifestar qualquer interesse em fazê-lo.

A análise contou com a participação de mais de 10 mil participantes, com idades compreendidas entre 18 e 75 anos, em 9 países: Estados Unidos, Reino Unido, Espanha, Portugal, Dinamarca, Suécia, Noruega, Finlândia e Austrália.

QUER RECEBER NOSSA NEWSLETTER

INSCREVA-SE
Os campos marcados com * são de preenchimento obrigatório
Email: *
Língua: English (English) Português (Portugese) Español (Spanish) *
Nome: *
Empresa: *
Cargo:
Sector:
Aceito receber a newsletter e as comunicações da Ecommerce News de acordo com a Política de Privacidade:
Aceito receber comunicações comerciais:
GDPR logdate ok:
Please don't insert text in the box below!

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PODE GOSTAR

POSTS MAIS RECENTES

Pode interessar-lhe

JUNTA-SE A NÓS?

POSTS MAIS COMENTADOS

Scroll to Top