Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

2021 tem sido um ano bastante atípico. A pandemia de saúde mudou a vida das pessoas em todos os sentidos. As relações interpessoais não são as mesmas. Antes, não tínhamos dúvidas em cumprimentar a outra pessoa com dois beijos, e agora a saudação comum é bater com os cotovelos para evitar qualquer contacto. O mesmo é verdade quando se trata de compras. Passamos de ir à loja física e comprar o produto para o comprar diretamente online. Como é que isto afetará a Black Friday?

Contudo, este ano é diferente, os números da Covid-19 estão a melhorar consideravelmente, e estamos cada vez mais próximos da normalidade do passado. A Black Friday é o único evento que não está a evoluir. Estagnou, pois neste momento todas as empresas estão a oferecer numerosos descontos e ofertas para atingir ou exceder os números de vendas do ano pré-pandémico.

«Penso que estamos a mudar para um mundo onde a Black Friday está a tornar-se cada vez menos relevante… um mundo onde não há um único evento de compras de grande impacto, mas sim uma época contínua de negócios», Mike Black, vice-presidente de marketing da e. – com insights para a Retail Brew.

Motivos pelos quais a Black Friday está a mudar

Uma das razões para tal é que nos encontramos numa situação em que tudo se resume a ofertas e descontos. Outra razão é que os utilizadores estão a fazer as suas compras mais cedo do que em qualquer outro ano. Por exemplo, antes do início das aulas, os consumidores compravam os produtos um mês antes. O mesmo está a acontecer com as compras de Natal. Ainda faltam dois meses e as pessoas já começaram a comprar presentes.

De acordo com um inquérito conduzido pela Klarna, 40% dos consumidores planeiam fazer as suas compras de Natal mais cedo do que no ano passado, enquanto que 22% já começaram.

A tudo isto junta-se a crise da cadeia de abastecimento. Quase não há camiões para transportar encomendas e não há trabalhadores suficientes para as entregar.

Por estas razões, a Black Friday está a tornar-se cada vez menos importante na sociedade. No entanto, segundo Michael Brown of Kearney, os retalhistas devem preparar-se para o que está para vir, e que, para além disso, o foco está nos produtos e nas pessoas.

QUER RECEBER NOSSA NEWSLETTER

INSCREVA-SE
Os campos marcados com * são de preenchimento obrigatório
Email: *
Língua: English (English) Português (Portugese) Español (Spanish) *
Nome: *
Empresa: *
Cargo:
Sector:
Aceito receber a newsletter e as comunicações da Ecommerce News de acordo com a Política de Privacidade:
Aceito receber comunicações comerciais:
GDPR logdate ok:
Please don't insert text in the box below!
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Deixe um comentário

Tu dirección de Email no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

PODE GOSTAR

POSTS MAIS RECENTES

Pode interessar-lhe

JUNTA-SE A NÓS?

POSTS MAIS COMENTADOS

Ir arriba