União Europeia prepara uma queixa contra a Amazon pelo roubo de dados das suas empresas

A União Europeia está a preparar uma acusação contra a Amazon. Segundo o The Wall Street Journal, Bruxelas acusará formalmente o gigante de Jeff Bezos de roubar dados a empresas que anunciam os seus produtos na plataforma. As acusações poderão ser apresentadas esta semana ou na próxima.

Desta forma, Bruxelas dá mais um passo numa investigação que começou em julho passado, quando começou a conduzir uma investigação sobre a relação entre a Amazon e os dados de outros vendedores. As autoridades europeias da concorrência, lideradas pela Comissária Margrethe Vestager, acusarão formalmente a Amazon de dois crimes: por violação do artigo que proíbe os acordos que distorcem, restringem ou limitam a concorrência (artigo 101.º do Tratado sobre o Funcionamento da União Europeia) e o artigo que protege contra o abuso de posição dominante (artigo 102.º).

As taxas estão quase prontas, de acordo com a fonte, pelo que o processo terá início em breve, embora possa demorar até dois anos. Se a Amazon for culpada, poderá ser multada até 10% do seu volume de negócios anual. No ano fiscal de 2019, o gigante liderado por Jeff Bezos ganhou 280,5 mil milhões de dólares, pouco mais de 246 mil milhões de euros.

O segredo aberto da Amazon

As acusações baseiam-se no duplo papel desempenhado pela Amazon: por um lado, actua como um enorme “mercado” e, por outro, vende também os seus próprios produtos. Assim, a Europa vê o gigante americano como um roubo de dados de empresas que anunciam os seus produtos para competir contra eles.

Para muitos, isto não é novidade, mas continua por provar mesmo perante os tribunais. De acordo com uma investigação realizada em Abril pelo mesmo jornal americano, obteve declarações de antigos funcionários da Amazon que reconhecem estes factos. Desta forma, alegaram que o gigante pilotado por Jeff Bezos roubou dados aos seus vendedores para criar artigos semelhantes sob a marca Amazon Basics.

As autoridades comunitárias consideram que a Amazon pode ter violado o artigo 101.o do Tratado sobre o Funcionamento da União Europeia, que proíbe os acordos que distorcem, restringem ou limitam a concorrência, bem como o artigo 102.o , que protege contra o abuso de posição dominante.

QUER RECEBER NOSSA NEWSLETTER

INSCREVA-SE
Os campos marcados com * são de preenchimento obrigatório
Email: *
Língua: English (English) Português (Portugese) Español (Spanish) *
Nome: *
Empresa: *
Cargo:
Sector:
Aceito receber a newsletter e as comunicações da Ecommerce News de acordo com a Política de Privacidade:
Aceito receber comunicações comerciais:
GDPR logdate ok:
Please don't insert text in the box below!

1 thought on “União Europeia prepara uma queixa contra a Amazon pelo roubo de dados das suas empresas”

  1. Pingback: Amazon volta a ser alvo de investigações por parte da Comissão Europeia - Ecommercenews.pt

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PODE GOSTAR

POSTS MAIS RECENTES

Pode interessar-lhe

JUNTA-SE A NÓS?

POSTS MAIS COMENTADOS

Scroll to Top