A Whole Foods está a converter algumas das suas lojas em pontos exclusivos de entregas online. A empresa abriu, na semana passada, a sua 6ª loja deste tipo (em Chicago, perto da Universidade DePaul), em resposta à procura online sem precedentes. A conversão das lojas também ajuda a proprietária, Amazon, a realizar mais pedidos vindos da Amazon Fresh

E a estratégia parece estar a resultar visto que a Amazon está a reduzir a sua lista de espera de pedidos.


As outras lojas de entrega ao domicílio da Whole Foods estão localizadas em Austin, Texas; São Francisco; Castle Rock, Colorado; Baltimore e na área do Bryant Park de Nova Iorque. 

Três destes locais, Austin, Castle Rock e Baltimore, são novas lojas que a empresa ainda não tinha aberto ao público. Por outro lado, a loja de São Francisco funciona num modelo híbrido: de manhã abre ao público que vem à loja (das 9h e das 13h) e à tarde trabalha para responder à procura online. 

«As pessoas estão a fazer compras online, como nunca e pedem-nos para entregarmos em casa. Tem havido uma procura sem precedentes de entrega de alimentos ao domicílio», afirma um porta-voz da Whole Foods. «À medida que avançamos e ultrapassamos os desafios associados à COVID19 , estamos a adaptar-nos e a encontrar novas formas de aumentar a disponibilidade da entrega online, garantindo simultaneamente a segurança de todos», afirma.

Mantenha-se informado das notícias mais relevantes em nosso canal Telegram