Zalando espera perdas de € 110 milhões no primeiro trimestre, mas otimista após a recuperação das vendas em abril

Zalando estima perdas entre 90 e 110 milhões de euros no primeiro trimestre do ano. O início do ano financeiro de 2020 tem sido difícil para a maioria das empresas a nível internacional, no entanto, a gigante de Berlim olha para o segundo trimestre do ano com otimismo, tendo registado um aumento nas vendas durante o mês de abril. Os resultados definitivos serão divulgados em 7 de maio.

A moda tem sido um dos setores mais atingidos pela pandemia. A maior plataforma europeia de comércio eletrônico publicou um relatório em que planeia fechar o primeiro trimestre com uma desaceleração no crescimento das vendas que varia de 10,1% a 11,6%, em comparação com um crescimento de 19,5% no último trimestre de 2019. Este número contrasta com o lucro de 6,4 milhões no mesmo período do ano passado.

No entanto, ainda terá que esperar até 7 de maio para conhecer os resultados finais do grupo. Enquanto isso, a empresa pilotada por Rubin Ritter está otimista em relação ao segundo trimestre do ano. A empresa com sede em Berlim viu as vendas recuperarem no mês de abril, após uma queda abrupta em março, decorrente das medidas de contenção que estavam a ser implementadas em toda a Europa.

As vendas líquidas, tanto da plataforma como dos seus parceiros, confirmam que a empresa caiu 8% nas três semanas que seguiram o dia 9 de março. No entanto, a tendência reverte em abril. Nas duas semanas após 30 de março, as vendas cresceram novamente. “Estamos a recuperar o caminho de crescimento mais rápido do que esperávamos”, diz o co-CEO da empresa, Rubin Ritter.

Medidas contra despedimentos

Zalando quer evitar, ou pelo menos atrasar, as demissões da sua equipa, tanto quanto possível. Por esse motivo, a empresa lançou um plano para reduzir as despesas em 350 milhões de euros. Desse valor, 250 milhões correspondem a cortes na divisão de marketing e outros 100 em investimentos. Além disso, para ajudar na venda a outras lojas de retalho cujos espaços estão fechados, a empresa anunciou que retiraria a comissão de cobrar todas as novas lojas físicas que vendem os seus produtos na plataforma entre 1 de abril e 31 de maio.

QUER RECEBER NOSSA NEWSLETTER

INSCREVA-SE
Os campos marcados com * são de preenchimento obrigatório
Email: *
Língua: English (English) Português (Portugese) Español (Spanish) *
Nome: *
Empresa: *
Cargo:
Sector:
Aceito receber a newsletter e as comunicações da Ecommerce News de acordo com a Política de Privacidade:
Aceito receber comunicações comerciais:
GDPR logdate ok:
Please don't insert text in the box below!

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PODE GOSTAR

POSTS MAIS RECENTES

Pode interessar-lhe

JUNTA-SE A NÓS?

POSTS MAIS COMENTADOS

Scroll to Top