Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

­Numa época caracterizada pelo elevado fluxo de compras, principalmente online, é necessário seguir uma certa dinâmica de consumo.

Hoje, trazemos para si 7 dicas para seguir durante esta época de compras.

1. Criar uma lista de produtos (wishlist)

A Black Friday é uma época muito propícia a compras desnecessárias e a falsos descontos e criar uma lista com o que queremos comprar é o primeiro passo para evitar compras por impulso. Assim é possível preparar o processo de compra através da escolha de lojas e da comparação de produtos e preços. Aproveitar as wishlists disponibilizadas pelos sites das lojas ajudará também a acompanhar a disponibilidade e preço dos produtos.

2. Escolher as lojas

Com uma lista de produtos, será mais fácil procurar e escolher lojas, físicas e online. No caso de lojas desconhecidas, de Portugal ou de outros países, deve-se procurar sempre obter um feedback sobre as mesmas. Isto porque nesta altura do ano são criadas várias lojas fictícias para burlar consumidores e as lojas que aplicam técnicas para enganar os compradores são frequentemente identificadas na internet. Como tal, a atenção deve ser redobrada.

3. Comparar produtos

Conhecer o que queremos comprar é fundamental, não só porque podemos descobrir uma alternativa melhor para o que precisamos, mas também porque é essencial quando chega o momento de comparar preços. É frequente que nestas datas os consumidores comparem o mesmo modelo de produto, mas com especificações diferentes. Por exemplo, o consumidor está a comparar o mesmo smartphone mas com capacidades de armazenamento diferentes (32GB vs 64GB). É muito importante ter em conta todas as especificações de um artigo na hora de comparar produtos e preços.

4. Analisar os preços

Para além da prática comum de comparação de preços para encontrar o artigo mais barato, é muito importante analisar os preços com antecedência e perceber se um desconto se traduz efetivamente numa redução de preço significativa e se é ou não uma boa compra. Para isso, ferramentas como o histórico de preços do KuantoKusta, permitem analisar a evolução do preço mínimo e médio de cada produto nos últimos 90 dias.

Este ano, o KuantoKusta preparou também uma nova ferramenta “Oportunidades Black Friday” que identifica automaticamente, e de hora a hora, as promoções que se traduzem numa verdadeira descida de preço, simplificando o processo de análise de preços.

5. Comparar preços até nas lojas físicas

Uma das estratégias das lojas é colocar lado a lado produtos com características semelhantes, com uma estratégia de preço que leve a optar pelo produto que mais lhes interessa vender. Para que não restem dúvidas deve-se usar sempre o smartphone e comparar os preços em outras lojas físicas e online.

6. Não fazer compras por impulso

Ao longo de todo o ano, inclusive na Black Friday, são desenvolvidas estratégias para fazer com que o cliente compre sem pesquisar informação e sem comparar preços. Por isso, deve-se evitar a todo o custo as compras impulsivas, implementando as dicas mencionadas anteriormente. Com isto, reduz-se a probabilidade de:

  • comprar um produto desnecessário;
  • comprar um produto a um preço superior ao habitual;
  • ser enganado e adquirir uma cópia;
  • ser vítima de roubo de dados.

7. Estar atento a fraudes

As dores de cabeça na Black Friday, infelizmente, são reais e cada vez mais comuns. Nas lojas online é essencial ler atentamente todos os detalhes relacionados com a compra, como estado do produto, condições e custos de envio, condições de devolução. Para além disso, é fundamental procurar informação sobre as lojas online e físicas onde nunca se tenha feito compras e ver os respetivos elogios e reclamações. Pode-se recorrer a opiniões de sites como o Portal da Queixa ou Deco bem como às redes sociais.

Ao fazer uma compra online é necessário garantir que esta é feita na página oficial da marca. É comum serem desenvolvidas cópias de sites de marcas ou lojas com reputação, com o objetivo de obter os dados pessoais e bancários. Tal como acontece com a cópia de sites, há quem crie e-mails, newsletters e mensagens idênticas aos que as marcas já enviam.

Perante a receção de alguma informação que desperte curiosidade e interesse, deve-se aceder a um navegador, escrever diretamente o endereço do site na barra de endereços e entrar diretamente no site em questão. Assim, é reduzida significativamente a probabilidade de entrar num esquema fraudulento.

QUER RECEBER NOSSA NEWSLETTER

INSCREVA-SE
Os campos marcados com * são de preenchimento obrigatório
Email: *
Língua: English (English) Português (Portugese) Español (Spanish) *
Nome: *
Empresa: *
Cargo:
Sector:
Aceito receber a newsletter e as comunicações da Ecommerce News de acordo com a Política de Privacidade:
Aceito receber comunicações comerciais:
GDPR logdate ok:
Please don't insert text in the box below!
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Deixe um comentário

Tu dirección de Email no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

PODE GOSTAR

POSTS MAIS RECENTES

Pode interessar-lhe

JUNTA-SE A NÓS?

POSTS MAIS COMENTADOS

Ir arriba