Na última quinta-feira o ESCS abriu as suas portas ao Upload Lisboa 2019, um evento sobre o mundo digital e empreendedorismo. Tivemos a oportunidade de ouvir o Hugo Veiga, Executive Creative Director na AKQA São Paulo, que falou sobre a importância da mensagem para atrair o cliente.

Muitas marcas ainda estão a comunicar através de factos. “Os factos podem levar à mudança, mas são as histórias que mudam o mundo” salientou Hugo Veiga. As histórias inspiram as pessoas e levam a que a marca fique na sua memória e a associem a essas histórias e aos sentimentos que lhes causaram.

Como criar boas histórias?

  1. Decidir o objetivo. Muitas vezes as marcas têm uma lista grandes de objetivos. É preciso reduzir essa lista ao tamanho de Tweet. Um único objetivo curto e conciso.
  2. Ter uma história que seja um statement. Atualmente vemos um cruzamento em que as marcas querem ser vistas como artistas e os artistas como marcas. É preciso ter uma história que chegue até ao seu público a um nível emocional.
  3. Escolher os meios para direcionar a mensagem. Muitas vezes as empresas trocam este passo e decidem por onde querem transmitir sem saberem qual é a história que vão contar. Para Hugo Veiga só depois de decidir os dois pontos anteriores, objetivo e história, é que nos devemos debruçar sobre os meios para propagar a mensagem e assim poder escolher o meio mais adequado.

A História e a Marca

A marca não pode chegar e ser só o centro das atenções, pagar para lá estar e não fazer nada, a marca tem que fazer alguma coisa” disse Hugo Veiga. O ideal seria que a marca não se posicione como centro da história, podem lá estar, mas têm que mostrar mais para conseguirem a atenção do público e criar uma relação com o mesmo.

Para o orador “factos é um conteúdo chato, totalmente diferente de histórias”. O segredo para o sucesso da marca é ter:

  • Empatia –Não podem falar de si, têm que conhecer o seu cliente e falar dele. Trazer memórias, chegar ao emocional, levar a pessoa a sentir, a chorar criar uma relação afetiva.
  • Causa – A empresa tem que encontrar o seu propósito e AGIR! Não é só fazer vídeos a dizer que defendem alguma coisa. O cliente tem necessidade de ver a marca em ação para acreditar nela e conectar-se realmente com ela.
  • Valor – Toda a manifestação da marca deve agregar valor na vida das pessoas: experiência, entretenimento ou serviço.

O segredo está em arriscar. É preciso ter coragem! Apostar para atingir resultados muito bons.

Mantenha-se informado das notícias mais relevantes em nosso canal Telegram