A dinâmica de fazer compras mudou muito nos últimos anos e já não é necessário sair de casa para ver, comparar e comprar produtos. No entanto, muitos consumidores carecem de literacia digital pelo que existem muitas questões quanto às melhores práticas, levando a graves problemas de segurança. Tendo em vista esta preocupação, a PcComponentes, loja online de eletrónica de consumo, sugere as dicas essenciais para fazer compras online sem surpresas desagradáveis.

Segundo o relatório Cibersegurança em Portugal, produzido pelo Centro Nacional de Cibersegurança em dezembro de 2019, 52% dos inquiridos não se sentem bem informados quanto à segurança na Internet e estão preocupados com o uso indevido dos dados pessoais (49%), segurança dos pagamentos online (38%) e medo de não receber os produtos ou serviços comprados online (35%).

7 dicas essenciais para conseguir realizar compras online em segurança:

1.    Não utilize sempre a mesma password

Segundo este estudo, só 13% dos inquiridos utiliza diferentes passwords para diferentes websites, enquanto que apenas 12% utiliza passwords mais complexas que no passado e 16% muda a palavra passe regularmente. Assim, é importante a alteração periódica da password, que deve ser forte – com letras maiúsculas e minúsculas, números e símbolos especiais – e diferente nas várias plataformas.

2.    Dados pessoais e do cartão de crédito

Uma das maiores preocupações das compras online passa pelos dados para realizar os pagamentos. O cartão de crédito é a forma de pagamento mais comum e é importante que estes dados sejam intransmissíveis, sobretudo quando solicitados em locais suspeitos ou fora do portal de compras. Opções como o MB Way, que permite a criação de cartões de crédito virtuais com montantes pré-definidos, podem ser mais seguras para a realização de uma compra na Internet.
Os dados pessoais também podem ser alvo de ataques ao realizar compras online pelo que se aplica o mesmo princípio, seja com o número de telemóvel, morada ou outras informações sensíveis.

3.    Atenção às burlas no e-mail

Um dos grandes problemas passa pelos e-mails dado que existem burlões e hackers que conseguem imitar quase na perfeição o estilo de correio electrónico dos sites de compras online, pedindo dados bancários ou apelando a clicar em links que poderão infetar o computador ou dispositivo móvel. É essencial verificar sempre o endereço de e-mail do remetente e na dúvida enviá-lo para a pasta Spam, ou pasta do correio indesejado.

4.    Controlo parental

As passwords guardadas e o acesso direto aos websites são uma forma de nos facilitar a vida. No entanto, ter uma porta aberta para o local onde realiza as suas compras poderá ser perigoso se tiver um filho com conhecimentos para aceder a estes portais e adquirir produtos ou serviços, o que poderá provocar uma surpresa menos agradável no extrato de pagamentos. Utilizar ferramentas de controlo parental para bloquear o acesso a estes websites é uma forma de garantir a segurança cibernética.

5.    Redes públicas de Wi-Fi

O uso de Internet no dispositivo móvel é, mais do que uma realidade, uma necessidade para muitas pessoas. A facilidade de acesso aos sites e apps favoritas levam a que a atração por realizar compras online com rapidez seja cada vez maior. No entanto, é crucial ter atenção ao realizar estas operações em redes públicas de Wi-Fi, que não necessitam de palavra-passe para entrar. Apesar da facilidade de acesso, acabam por ser alvos fáceis de pessoas mal-intencionadas, que conseguem aceder aos dados pessoais ou sensíveis.

6.    Navegação anónima

Uma dica interessante para a realização de compras online pode passar pela navegação em modo anónimo. Esta funcionalidade permite fazer uma navegação normal, mas sem ficar com dados guardados no histórico, protegendo também os dados utilizados.

7.    Avaliações e comentários 

Na altura de realizar compras online, deve-se prestar muita atenção às avaliações e comentários disponíveis nas páginas dos produtos que pretende adquirir. Geralmente, produtos com avaliações muito negativas ou comentários depreciativos podem significar má qualidade do mesmo ou problemas na entrega. Desta forma, o consumidor poderá perceber se o produto é de confiança e se está a realizar uma compra acertada.

Mantenha-se informado das notícias mais relevantes em nosso canal Telegram