O Grupo Alibaba estreou com o conceito «FashionAI store» na quarta-feira passada. Como a empresa apontou num comunicado oficial, este projeto demonstra uma nova forma de comprar «sem stresse e com a ajuda da inteligência artificial«. A loja piloto abriu por tempo limitado, de quarta-feira a sábado, na Universidade Politécnica de Hong Kong.

A loja tem tido vários serviços suportados por inteligência artificial, como espelhos inteligentes, que fornecem informações úteis projetadas no espelho sobre as roupas que os utilizadores estão a experimentar. Estes espelhos também são capazes de recomendar e criar looks com roupas que estão na loja para que os clientes possam provar um outfit inteira no mesmo lugar.

Além disso, cada artigo tem o seu próprio suporte inteligente, compatível com a identificação por radiofrequência, sensores de giro e chips Bluetooth de baixa energia. Isso permite que o espelho capture movimentos com mais precisão e descubra as cores, estilos e atributos mais populares entre os clientes.

Este conceito de loja está atualmente em fase de desenvolvimento por uma nova equipa de investigação no âmbito do projeto New Retail da Alibaba. A iniciativa FashionAI utiliza tecnologias que vão desde a aprendizagem automática à visão computacional para aprender com os consumidores, designers e entusiastas da moda.

Estas ideias incluem imagens de mais de 500 mil looks feitos por estilistas em Taobao, bem como a experiência partilhada pelas marcas, explicou Alibaba num comunicado. «FashionAI incorpora o nosso pensamento sobre o que o futuro da moda de retalho pode parecer e não oferece uma exploração do uso de tecnologias para entender e atender melhor às necessidades de moda dos consumidores», disse o vice-presidente do Grupo Alibaba Zhang Zhuoran. Zhang acrescenta que os investimentos nos últimos sete anos contribuíram para a capacidade do sistema de reconhecer o vestuário e detetar tendências de moda, ajudando-o a ir além da recomendação de artigos individuais para sugerir opções de combinações completas. «Este é um grande passo porque é o equivalente a ter estilistas pessoais», conclui.

 

Mantenha-se informado das notícias mais relevantes em nosso canal Telegram