A Amazon.com está a apostar pesadamente no setor de moda e está a conquistar uma parcela das vendas de empresas fortes como Target Corp., Macy’s Inc. e J.C. Penney Co., de acordo com um relatório divulgado na quinta-feira pela Coresight Research.

A Amazon Fashion disputa com a Target para ser o segundo retalhista que mais vende no setor de moda dos EUA, atrás do Walmart, de acordo com dados da Bloomberg. Outro facto digno de nota é que mais de 20% dos entrevistados num estudo realizado pela CoreSight Research disseram que mudaram os seus gastos com moda a favor da Amazon.

Essa parte do negócio da Amazon é apoiada por aqueles que já são utilizadores da plataforma, segundo o estudo. Embora 46% de todos os compradores de roupas entrevistados tenham comprado roupas ou sapatos da Amazon no ano passado, quase dois terços dos membros do Prime já o fizeram.

«Um maior crescimento dos membros Prime, pelo menos a curto prazo, será a base sobre a qual a Amazon construirá uma maior participação na categoria de vestuário«, explicou Deborah Weinswig, CEO da Coresight Research, no relatório.

Estes números chocam com a realidade dos retalhistas tradicionais, que estão lutando para aumentar as vendas, especialmente neste setor onde o gasto médio familiar caiu. Os americanos gastam apenas 3,1% dos seus orçamentos em vestuário, de acordo com dados oficiais do governo publicados num artigo da Bloomberg.

Empresas on-line e cadeias de “fast fashion” de baixo custo têm atraído um tipo específico de consumidor. O gigante americano cultivou uma imagem de baixo preço entre os compradores e isso significa que 48% dos entrevistados esperam pagar menos do que pagariam noutra empresa.

A Amazon, sediada em Seattle, está a trabalhar para aumentar a sua participação no mercado de vestuário, lançando marcas próprias para preencher as lacunas da sua linha. Segundo a Bloomberg, a empresa está a recorrer a alguns dos maiores fornecedores de vestuário desportivo para a sua marca de vestuário desportivo.

Tais resultados têm sido uma consequência dos grandes investimentos que a Amazon tem feito nos últimos anos. No mês passado, o gigante americano deu mais um passo em frente com a criação da Find, uma marca de moda criada na Europa para competir com o gigante do ecommerce, Zalando.

 

Mantenha-se informado das notícias mais relevantes em nosso canal Telegram