A Black Friday gerou um volume de negócios de 1.267 milhões de euros (2018), que deverá crescer 13% em 2019. Uma campanha representa 6% do total das vendas online de um ano.

Javier G. Barahona, International Sales Manager da Minderest, empresa especializada em preços, promoção e monitorização de stocks que trabalha em 18 países com clientes como MediaMarkt, L’Oreal, BBVA, Telefónica ou Decathlon, ofereceu na última edição do eShow Madrid uma série de recomendações sobre como desenhar a estratégia de preços da Black Friday.

A importância do Pricing

O preço é essencial em qualquer estratégia de marketing, pois é, nas palavras de Barahona, «a variável mais importante do Marketing Mix controlável pela empresa e a única que gera receita«. O elemento diferenciador da concorrência e a principal alavanca de compra na Internet».

Como é que funciona?

Neste aspeto, Barahona salientou que é necessário «poder dar o preço de produto certo, ao consumidor certo e no momento certo«. Para isto, tem que:

Descobrir: Monitorização de websites concorrentes.

Associar: Determinar, através de algoritmos, produtos idênticos tendo em conta todos os atributos. Matching.

Extrair: Processos de atamining e apresentação de forma ordenada com a máxima cobertura possível.

Analisar: Ferramentas ágeis para tomada de decisão e relatórios.

Coesão: Consistência dos dados extraídos.

Passos a seguir para desenhar a nossa estratégia de preços

  1.   definir o nosso público-alvo.
  2.   Selecionar o sortido no qual vamos trabalhar.
  3.   Definir qual será o nosso posicionamento no preço.
  4.   Programar as regras do negócio que propõem estas alterações de preço.
  5.   Automatizar as alterações de preços via API.

 

Mantenha-se informado das notícias mais relevantes em nosso canal Telegram